TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Polícia

Polícia descarta atropelamento e investiga assassinato no Nova Lima

18 junho 2016 - 09h37Por Rodson Willyams e Alessandra Carvalho

A delegada Priscilla Anunda, plantonista na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, informou que Humberto Moraes de Lima, de 38 anos, encontrado morto na região do Bairro Nova Lima, na manhã desta sábado (18), não foi atropelado como chegou a ser informado pela Polícia Militar. O homem foi encontrado caído na Avenida Cônsul Assaff Trad, próximo ao Shopping Bosques dos Ipês, em Campo Grande.

A delegada explicou à reportagem que a perícia fez uma análise inicial no corpo e no local, sendo que não verificou sinais de atropelamento na vítima. "Os peritos analisaram e encontraram um ferimento no corpo que possivelmente por ser ter sido causado por arma branca, ou de fogo, mas mais de arma de branca e não há sinais de atropelamento".

Segundo Priscilla, a vítima apresenta uma perfuração em baixo do braço, do lado esquerdo, na região das axilas. "Mas agora somente os laudos periciais vão poder confirmar sobre qual foi a arma utilizada. O resultado fica pronto entre 15 a 30 dias". O caso agora será tratado como homicídio e será investigado.

O caso

Humberto Moraes de Lima, de 38 anos, foi morto por volta das 7h30 deste sábado, em frente à loja Leroy Merlin, já na saída para Cuiabá. Segundo o Sargento da Polícia Militar, Novelle, uma testemunha afirmou que viu o homem caído no meio da pista da Avenida Cônsul Assaff Trad e que uma caminhonete de cor preta teria atropelando a vítima e evadiu-se do local. Porém, a informação não foi mais confirmada pela Polícia Civil.

A vítima não tinha passagem pela polícia e o caso agora passa a ser um mistério para a polícia, que irá investigar o caso. O corpo do homem será encaminhado para o IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) de Campo Grande.