Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Polícia

Polícia Militar prende jovem que sequestrou o próprio filho

O rapaz também possuía um mandado de prisão em aberto

15 maio 2019 - 10h21Por Da redação/Região Online

Uma equipe de policiais militares da Força Tática do 12º Batalhão de Naviraí prendeu, na manhã desta terça-feira (14), um jovem de 20 anos que havia sequestrado o próprio filho. A guarnição recebeu a informação de que o rapaz, conduzindo um veículo Volkswagen Gol, teria pego a criança de 2 anos, na cidade de Angélica e seguiu rumo à Naviraí.

Imediatamente, os militares se deslocaram até a saída para Ivinhema, com o intuito de interceptar o automóvel, obtendo êxito na abordagem. Em primeiro momento, o rapaz apresentou documentação falsa para fugir da identificação, mas logo confessou o verdadeiro nome e foi verificado que em desfavor dele havia um mandado de prisão em aberto, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Ao ser indagado, informou que havia discutido com a ex-companheira e que pegou a criança sem a autorização da mãe. Desta forma, o Conselho Tutelar foi acionado e encaminhou a criança ao Abrigo Municipal. O veículo, que estava circulando de maneira irregular, foi recolhido e encaminhado ao pátio do Detran Local, já o suspeito foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Naviraí, para serem tomadas as medidas pertinentes ao caso.

Leia Também

Filho de vereadora passa mal e morre durante partida de futebol
Interior
Filho de vereadora passa mal e morre durante partida de futebol
Estado confirma nova morte por coronavírus e passa a ter21 óbitos provocados pela doença
Cidades
Estado confirma nova morte por coronavírus e passa a ter21 óbitos provocados pela doença
Dono de bar é preso com drogas e revólver debaixo do travesseiro nas Moreninhas
Polícia
Dono de bar é preso com drogas e revólver debaixo do travesseiro nas Moreninhas
Mulher morre com suspeita de covid e família clama por consciência em Campo Grande
Cidade Morena
Mulher morre com suspeita de covid e família clama por consciência em Campo Grande