TCE MAIO
(67) 99826-0686

Quadrilha usou mulheres como 'iscas' para dopar e roubar caminhonete

Foi usado remédio tarja preta para dopar a vítima

20 OUT 2016
Kerolyn Araújo
15h18min
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Seis pessoas foram presas e uma adolescente apreendida, suspeitas de terem praticado o golpe "boa noite Cinderela'' para roubar a caminhonete Toyota Hilux de um homem de Campo Grande, no dia 7 de outubro. Os envolvidos no crime foram apresentados à imprensa na manhã desta quinta-feira (20).

Segundo informações do delegado Gustavo Ferraris, da Delegacia  Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv), a quadrilha usou duas mulheres, uma adolescente de 16 anos e Thais Dias Alves da Silva, 18 anos, como 'iscas' para pegar a vítima. "A vítima contou à polícia que estava dando voltas pela cidade, quando na região do Mercado Municipal encontrou as duas e resolveu beber cerveja com elas. Depois disso, ele foi dopado e não se recorda de mais nada", explicou.

Conforme a polícia, durante a bebedeira, as autoras colocaram remédio de tarja preta na bebida da vítima e ele foi dopado. Após a vítima ficar desacordada, o resto os outros integrantes da quadrilha, identificados como Fabrício Junior Alves Silva, 21 anos, Thiago de Campos Gonçalves, 18 anos, Renan Ruan Paiva Figueiredo, 19 anos, Vitor Matheus de Moraes Pinheiro, 18 anos, e Natanael Batista do Nascimento Junior, 20 anos, se encontraram com a mulheres.

A vítima foi amarrada e deixada próxima a um frigorífico na saída da cidade. Após recuperar um pouco dos sentidos, ele foi socorrido por populares e registrou o boletim de ocorrência do roubo da caminhonete.

Pouco tempo após o roubo, Fabrício e Thiago foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em posse na caminhonete da vítima em Guia Lopes da Laguna. O veículo estava sendo levado para o Paraguai.

Após serem presos, Fabrício e Thiago assumiram o crime e indicaram os outros membros da quadrilha. Todos foram presos.

Veja também