tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
terça, 19 de janeiro de 2021
dengue
Polícia

Segundo corpo é encontrado na Chácara das Mansões

Homem também foi vítima de empresário que reagiu à invasão em sua casa noite deste sábado

29 novembro 2020 - 12h17Por Rayani Santa Cruz

O corpo de Gabriel de Souza Silva, 21 anos foi encontrado caído a alguns metros da casa do empresário, de 41 anos, que supostamente teve o local invadido por três homens na noite deste sábado (28).  A confusão ocorreu no Bairro Chácara das Mansões, em Campo Grande. 

De acordo com informações, três homens chegaram em um Fiat Uno na casa do suspeito. Eles estariam atrás do empresário, que revidou a tiros e matou Maykon Cezarin da Silva de 23 anos.

Gabriel de Souza e outro rapaz teriam fugido correndo pela mata. O corpo de Gabriel foi encontrado neste domingo (29) na região.

Ainda não há informações concretas sobre o terceiro homem e sobre o que teria motivado a violência. 

O caso

Maykon Cezarin da Silva, de 23 anos foi morto a tiros na noite deste sábado (28). A suspeita é de que ele, junto a mais dois homens tentaram invadir a casa de um empresário, de 41 anos, na Chácara das Mansões, em Campo Grande. 

Segundo à Polícia, os outros dois homens teriam fugido entrando na mata. Eles chegaram no endereço do empresário com um carro Fiat Uno e estacionaram na frente antes da suposta invasão. O que tudo indica é que o proprietário do imóvel tenha reagido e acertado.

Maycon foi encontrado caído próximo ao Fiat Uno. Ele foi morto com um tiro no peito. Maycon possuía uma porção de maconha e um celular no bolso.

O sogro do empresário disse que recebeu uma ligação da filha por volta das 20h20 pedindo para ele ir ao local, pois três homens estavam tentando invadir a casa atrás do marido. Ele chegou ao local 50 minutos depois e já se deparou com a Polícia. A filha, os três netos e o genro não estavam mais na casa e fugiram as pressas deixando o portão aberto.

Conforme a PM, dentro do Fiat Uno foi encontrado o documento de Gabriel de Souza Silva e da mãe do rapaz. Em conversa com a mulher, ela relatou que o filho e Maycon trabalham em um açougue e que eles saíram na companhia de um terceiro indivíduo na tarde de ontem. 

Na casa do empresário, que é dono de uma transportadora, foram localizadas munições calibre 380 e 32. O sogro afirmou que desconhece envolvimento em briga ou rixa por parte do genro.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.