Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Polícia

Sobrinho que matou tia com 24 facadas diz ter sido aliciado e chamado de ‘viadinho’

Na delegacia, ele disse que a tia perguntou se ele queria usar um vibrador ainda quando tinha 12 anos

22 abril 2019 - 15h00Por Anna Gomes

Ismael Lourival, 21 anos, que matou a tia Ivelin Aparecida Alves dos Santos, de 46 anos, passou por uma audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (22).

No seu depoimento, o sobrinho tentou se defender alegando que assassinou a mulher após constantes brigas, que já chegou a ser aliciado pela vítima e que sempre era chamado de ‘viadinho’ e de ‘bicha’.

O crime aconteceu na Vila Palmira, em Campo Grande, na última sexta-feira (19).

Segundo a assessoria de imprensa do Fórum da Capital, Ismael contou que quando tinha 12 anos a tia o aliciava, mostrando um vibrador e perguntando se ele queria usar o objeto.

Ainda de acordo com os relatos do assassino, as brigas entre os dois eram constantes e que era corriqueiro Ivelin jogar objetos contra ele e proferir vários xingamentos.

Ismael também disse que, no dia do crime, estava deitado em seu quarto quando ambos passaram a ter uma discussão.

Em determinado momento da briga, a vítima supostamente prometeu colocar veneno na comida dele, momento que o autor teria saído do quarto e, em posse de uma faca, começou a golpear a tia.

Ao todo, Ivelin foi atingida por 24 facadas.

Leia Também

Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil
Geral
Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil
Laudo diz que fígado de menino de 4 anos 'explodiu' após surra da madrasta
Geral
Laudo diz que fígado de menino de 4 anos 'explodiu' após surra da madrasta
Puccinelli 'nega fogo no parquinho' e diz que Twitter sugerindo candidatura foi hackeado
Política
Puccinelli 'nega fogo no parquinho' e diz que Twitter sugerindo candidatura foi hackeado
Ferida com tiro no nariz, menina de 7 anos está consciente na Emergência da Santa Casa
Cidade Morena
Ferida com tiro no nariz, menina de 7 anos está consciente na Emergência da Santa Casa