TCE MAIO
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022 2
Menu
sexta, 20 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Polícia

Suspeito esfaqueia amiga por causa de dinheiro e ataca sargento da PM com punhal

Homem recebeu dinheiro que seria da vítima e não quis devolver

25 agosto 2018 - 08h32Por Thiago de Souza

Leonardo de Souza Lima, 58 anos, conhecido como 'ferrugem' ou 'véio' foi preso em flagrante após esfaquear Joelma da Silva, 36 anos, na madrugada deste sábado (25), na rua José Correia da Silveira, Parque São Carlos em Três Lagoas. Depois do crime ele foi procurado pela Polícia Militar, mas reagiu a prisão e avançou com um punhal contra um policial.

Conforme o boletim de ocorrência, um vizinho do suspeito devia dinheiro para Joelma, mas como sabia que Leonardo era amigo dela, entregou a quantia para ele. Ao saber da situação, a mulher cobrou o suspeito e os dois tiveram uma discussão na cozinha da residência.

A vítima disse que pediu o dinheiro para Leonardo, mas ele não quis entregar e relatou que iria comprar droga para revender naquela residência. Nesse momento, ele teria pego uma faca de serra e a atacado. Conforme o Samu, havia duas perfurações superficiais no corpo de Joelma, sendo uma no lado esquerdo do dorso e uma no tórax.

A mulher contou ainda que, para não morrer, saiu do local correndo e foi acionar o socorro no telefone público, mas não aguentou e caiu.

Após acionar o socorro, a Polícia Militar, que já tinha conhecimento de quem era o suspeito, foi até a casa dele. No entanto, ele não quis atender  a PM e os militares informaram que abririam a força. Nesse momento, Leonardo abriu a porta e atacou um sargento com um punhal de 27 centímetros de lâmina.

O suspeito correu para dentro de casa e ainda com o punhal, forçou a esposa a ficar do lado dele. A PM negociou com Leonardo e o convenceu a se entregar. Sobre o esfaqueamento de Joelma, Lima nega o crime.

Na casa de Leonardo a polícia encontrou uma quantidade de maconha escondida dentro de um filtro de barro.
O caso foi registrado como tentativa de homicídio.