GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Taxa de homicídios aumenta na Capital e diminui no interior de MS

29 maio 2016 - 18h08Por Alessandra Carvalho

O número de homicídios dolosos - aqueles com intenção de matar - aumentou em Campo Grande, mas diminuiu no interior de Mato Grosso do Sul. As estatísticas são da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, e levam em conta a comparação dos dias 1º de janeiro e 29 de maio, entre 2015 e 2016.

Em 2015, na Capital, foram registrados 47 crimes de homicídio doloso. Em 2016 foram 50. No interior, a estatística foi o contrário, com 165 casos neste ano, contra 193 no ano passado. Já no caso dos crimes de homicídio doloso na forma tentada os números são maiores. Em 2016, na Capital são 86 casos, contra 110 de 2015. Em MS são 322 casos neste ano e 429 no ano passado.

Violência Doméstica 

O número de violência doméstica diminuiu somente na Capital, com 610 casos registrados em 2016 e 815 em 2015. No interior o índice aumentou para 1.453, em comparação com os 1.614 deste ano.

Como exemplo deste crime, a dona de casa, Janaina dos Reis Orrego, 19 anos, foi ameaçada pelo esposo Edmar Villalba, 29 anos, na madrugada de hoje (29), na rua Américo Costa Guerra, no bairro Joquey Clube, na cidade de Porto Murtinho, distante 412 quilômetros da Capital.

Conforme o boletim de ocorrência, Edemar estava com um facão e tentou fugiu dos policiais quando eles chegaram no local. Ele estava ferido com um corte no dedo ao tentar pular o muro da residência. Janaína disse à polícia que Edemar ameaçou dizendo que iria matá-la.

Edemar desobedeceu uma ordem judicial, pois em seu desfavor havia uma medida protetiva de violência doméstica. O facão foi apreendido e entregue na delegacia da Polícia Civil.

Mais exemplos

Foi identificado como Alípio Borges Soares, 71 anos, o condutor do veículo que se envolveu em um acidente de trânsito e cometeu o crime de homicídio culposo. O motociclista Mauro Luiz Veiga, 58 anos, morreu no sábado (28), nas ruas Monte Alegre e 31 de Março, no Jardim Paulista, na cidade de Dourados distante 326 quilômetros da Capital.

As estatísticas da Sejusp mostram que, em 2016, duas pessoas na Capital foram vítimas do mesmo crime. No interior foram quatro pessoas, sendo no total de seis em Mato Grosso do Sul. Já em 2015, foi uma vítima na Capital e três no interior totalizando quatro em MS.

Os crimes de lesão corporal dolosa diminuíram neste ano. Em Mato Grosso do Sul foram 4.340 casos, menor em comparação ao ano passado, que teve 5.031 casos.