Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
ALMS
Polícia

Tratador de cavalos é morto ao sair do trabalho; 16 cápsulas de pistola são encontradas

O crime aconteceu na noite de ontem, na cidade de Amambaí

20 outubro 2016 - 08h07Por Anna Gomes

O tratador de cavalos Cristian Adan Velasquez Mamori, 21 anos, foi executado na noite desta quarta-feira (19), na Vila Cristina, em Amambaí, município distante aproximadamente 350 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, quando os policiais chegaram ao local, encontraram Cristian já sem vida. A vítima estava com uma das pernas quebradas e com várias perfurações pelo corpo. Próximo ao corpo, foram localizadas 16 cápsulas deflagradas de pistola 9mm.

Ainda conforme o registro policial, de bicicleta, Cristian teria saído do serviço onde trabalhava como tratador de cavalos em uma propriedade rural do município. Possivelmente o jovem foi seguido e quando entrou em uma rua isolada, foi executado.

Quando a polícia perguntou aos familiares quem poderia ter cometido o crime, os policiais foram informados que há três anos, Cristian foi jurado de morte após uma briga no Paraguai.

O caso foi registrado como homicídio qualificado pela traição mediante, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido. A delegacia de Polícia Civil de Amambaí investiga o crime.

Leia Também

Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
Cidade Morena
Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Saúde
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Saúde
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'
Política
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'