TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Bernal vai 'caçar fantasmas' de Olarte e comissionados só recebem em 2016

04 dezembro 2015 - 11h29Por Rodson Willyams e Dany Nascimento

O prefeito Alcides Bernal, do PP, pediu aos técnicos da prefeitura para fazer um levantamento sobre todos os servidores comissionados que foram demitidos pela prefeitura em agosto deste ano, e que integravam a administração do prefeito afastado Gilmar Olarte, do PP.

Segundo Bernal, o objetivo do levantamento é para saber se todos os servidores, de fato, trabalhavam na prefeitura e se não eram fantasmas. "Muitos recebiam salário, mas não trabalhavam".

A investigação deve durar 90 dias e o prazo seguir até fevereiro de 2016. "Quem fez isso pode responder judicialmente por enriquecimento ilícito", comentou o prefeito.

Ao todo, mil ex-servidores comissionados alegam não terem recebido o acerto de salário. O valor chega a R$ 500 mil. Recentemente, em reunião com os ex-servidores houve confusão e bate boca entre Bernal e ex-comissionados de Olarte.

Sem pagamento

Alcides Bernal ainda enviou um recado para o prefeito afastado Gilmar Olarte que entrou na Justiça para voltar a receber o salário de vice-prefeito de Campo Grande.

Em resposta Bernal declarou que "quem não trabalha não tem direito a receber nada. Por isso, só recebe quem trabalha", finalizou.