Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Política

Bolsonaro quer retirar lombadas eletrônicas no país

Em transmissão ao vivo no Facebook, presidente disparou contra tecnologia de monitoramento de velocidade nas estradas: 'inferno'

08 março 2019 - 09h58Por Da redação/Meia Hora

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou a extinção das lombadas eletrônicas em uma transmissão ao vivo no Facebook, no fim da tarde desta quinta-feira.

Ao lado do porta-voz da Presidência, general Otávio Santana do Rêgo Barros, e do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, o presidente afirmou: "Não teremos mais nenhuma lombada eletrônica no Brasil, e as lombadas que por ventura existirem – que ainda são muitas – quando forem perdendo a validade, não serão renovadas". 

As lombadas eletrônicas são usadas para registrar aumentos indevidos da velocidade nas estradas, com o intuito de diminuir o número de acidentes.

Segundo Bolsonaro, que já falou sobre "indústria da multa" durante a campanha presidencial, as lombadas seguem parâmetros injustos e aplicam multas demais. "É quase impossível você viajar sem receber uma multa", afirmou o presidente. "Já fui do Rio a Santos de carro e é um inferno", completou.

Leia Também

Médica picada por cobra em cachoeira ganha alta e deixa hospital
Geral
Médica picada por cobra em cachoeira ganha alta e deixa hospital
Mulher de 52 anos é autuada após colocar fogo em lixo de terreno
Interior
Mulher de 52 anos é autuada após colocar fogo em lixo de terreno
Chamado de “Adélio Trutis”, deputado mostra votação esquisita para "rasteira" em Siqueira
Política
Chamado de “Adélio Trutis”, deputado mostra votação esquisita para "rasteira" em Siqueira
MS contabilizou mais 649 casos de coronavírus
CORONAVÍRUS
MS contabilizou mais 649 casos de coronavírus