Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Política

Cabo Almi diz que decisão de adiar cota zero para pesca foi responsável

Segundo o deputado, vários municípios situados na bacia pesqueira já sentiram o impacto negativo

06 fevereiro 2019 - 16h29Por Da redação / ALMS

A cota zero para pesca amadora em Mato Grosso do Sul deverá ocorrer a partir de 2020. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), após reunião com empresários do setor de turismo. Na sessão ordinária desta quarta-feira (6), o deputado estadual Cabo Almi (PT) fez uma avaliação positiva sobre a decisão.

“É uma medida preocupante para a rede hoteleira, pescadores e ribeirinhos. Esses grupos atingidos pela cota zero precisam se preparar. Não se pode criar uma regulamentação de uma hora para outra, estamos falando de grandes prejuízos para o Estado”, afirmou. Segundo Cabo Almi, vários municípios situados na bacia pesqueira já sentiram o impacto negativo. “Muitos pacotes foram cancelados. Corumbá, Ladário, Miranda, Bonito, Anastácio e Coxim foram atingidos”.

A Semagro apresentou estudo que aponta redução na quantidade de pescado retirado dos rios do Estado. No período de 17 anos, a diminuição foi de 76%. O deputado Renato Câmara (MDB) concordou e também parabenizou a decisão do Governo do Estado em adiar para 2020.

Leia Também

Rússia registrará segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro
CORONAVÍRUS
Rússia registrará segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro
Correios devem retomar 100% das atividades hoje
Geral
Correios devem retomar 100% das atividades hoje
Bandidos mortos em confronto na fronteira tinham invadido residência em Naviraí
Polícia
Bandidos mortos em confronto na fronteira tinham invadido residência em Naviraí
Réu por feminicídio, Rômulo se cala diante de juiz e defesa pede devassa nas contas de Grazi
Cidade Morena
Réu por feminicídio, Rômulo se cala diante de juiz e defesa pede devassa nas contas de Grazi