Menu
quinta, 03 de dezembro de 2020
Política

Chocolate não quer deixar PP

Expulsão

22 outubro 2013 - 12h52Por Juliene Katayama

O vereador Chocolate (PP) afirmou nesta manhã que não quer deixar o PP. "Por mim eu não mudaria de partido", disse. Ele recebeu ontem a notificação sobre sua expulsão do partido. O vereador terá 15 dias para apresentar sua defesa. 

Chocolate foi expulso depois de votar contra o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), para a abertura da Comissão Processante. A atitude do vereador foi considerado infidelidade partidária. "Meus advogados já disseram que meu voto não se enquadra em infidelidade", afirmou.

Para o vereador, embora a legislação esteja a seu favor, há outros fatores que podem interferir na decisão sobre sua expulsão. "Não é infidelidade, mas depende da decisão de outros", ressaltou.

Chocolate tem 15 dias para apresentar sua defesa e o diretório municipal irá decidir sobre sua expulsão. No entanto, o presidente municipal do PP, vereador Cazuza, jogou a responsabilidade para o diretório estadual, presidida por Bernal. "Tá um empurrando para o outro", pontuou Chocolate.

Leia Também

Humorista 'Rodela' morre de covid-19 aos 66 anos em SP
In Memoriam
Humorista 'Rodela' morre de covid-19 aos 66 anos em SP
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero
Geral
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero
Em 24 horas, Brasil registra quase 700 mortes por covid-19
Geral
Em 24 horas, Brasil registra quase 700 mortes por covid-19
Cachorrinhos são furtados no Tiradentes e dona chora: 'doloroso não ter vocês em casa'
Cidade Morena
Cachorrinhos são furtados no Tiradentes e dona chora: 'doloroso não ter vocês em casa'