(67) 99826-0686
Camara Maio

Cinco deputados de MS votam pela aprovação da PEC que limita gastos públicos

A PEC 241/2016 agora segue para análise do Senado

26 OUT 2016
Dany Nascimento
12h58min
Foto: TopMídianews

Os deputados de Mato Grosso do Sul Luiz Henrique Mandetta (DEM), Carlos Marun (PMDB), Tereza Cristina (PSB), Elizeu Dionizio (PSDB) e Geraldo Resende (PSDB) repetiram os votos do dia 10 de outubro e, novamente, votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 241/2016, aprovada na noite de ontem (25), na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Entre os oito deputados de Mato Grosso do Sul, apenas Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT) e Zeca do PT tiveram votos contrários.

No total, 359 deputados votaram a favor e 116 contra o projeto, que prevê a limitação do orçamento público para os próximos 20 anos, com teto de gastos variando de acordo com a inflação oficial dos 12 meses anteriores ao fechamento orçamentário.

Servidores públicos e estudantes resistiram à proposta e fizeram diversos protestos, na tentativa de convencer os parlamentares a rejeitar o projeto e confirmaram a possibilidade de realizar greve diante da decisão.  

A proposta segue para o Senado, que deve encerrar os trabalhos até novembro. A PEC será analisada pelos 81 senadores, sendo três de cada estado. Simone Tebet (PMDB), Pedro Chaves dos Santos (PSC) e Waldemir Moka (PMDB) representam Mato Grosso do Sul. 

Veja também