TCE MAIO
(67) 99826-0686

Clima esquenta e candidatos colocam 'família' no meio de discussão em debate

Rose relembrou que o irmão e o concorrente de Marquinhos estão sendo investigados na Capital

28 OUT 2016
Dany Nascimento
23h09min

O clima esquentou entre os candidatos que disputam o segundo turno das eleições na Capital. Marquinhos Trad do PSD questionou a candidata Rose Modesto (PSDB) sobre ter indicado a secretária do ex-prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, que foi preso recentemente. Maquinhos questionou a tucana sobre o apoio ao ex-prefeito e sobre compras feitas no valor de R$ 7 milhões sem licitação.

Rose afirmou que o PSDB indicou a secretária e pediu ao candidato para não distorcer informações durante  debate. “Quem indicou secretária foi o PSDB, todo partido, as indicações com critério técnico são legitimas, não vem distorcer fatos, confundir os eleitores, as compras não eram feitas na Semed, quem responde é quem assinou, quem comprou quem montou licitação, não fui eu, eu era vereadora e se tem denuncia, faça no MPE, onde tem que fazer, TJMS, não traga esse debate de forma leviana, é importante esclarecer”, disse Rose.

A tucana afirma que Marquinhos tenta “desonrar o nome de vice governadora”.

Marquinhos rebate e confirma que houve irregularidades com a participação de Rose, que demonstra total indignação com o concorrente. “Da operação Coffe Break quem entende é sua família, os denunciados foram seu irmão e seu sobrinho, pesquisa melhor antes de discutir isso aqui, colocamos MS com maior índice de transparência, governo que não é corrupto não tem medo de ser transparente”.

Veja também