TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Política

CORONAVÍRUS: Governo de MS prevê prejuízo de R$ 1,5 bilhão e pede ajuda a Bolsonaro

Azambuja participou de videoconferência com o presidente hoje

24 março 2020 - 13h55Por Diana Christie

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou de videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro, ministros e outros governadores do Centro-Oeste na manhã desta terça-feira (24). Na conversa, ele estimou que Mato Grosso do Sul terá prejuízo superior a R$ 1,5 bilhão por conta do coronavírus.

Com a arrecadação em queda durante a quarentena, Azambuja pediu ajuda ao Governo Federal para garantir o atendimento aos doentes, combater a proliferação da pandemia e reduzir o impacto na economia, além de manter o abastecimento e socorrer micro e pequenos empresários.

“Nós temos uma preocupação de que possamos abrir algumas exceções em cobrança de ICMS para micro e pequenas empresas e pedi ao presidente que, através do FCO [Fundo Constitucional do Centro-Oeste], possa disponibilizar capital de giro com 12 meses de carência e 36 meses para pagar para dar um alívio, uma folga financeira, para essas empresas”, contou.

Azambuja também voltou a cobrar o pagamento da Lei Kandir e destacou a necessidade de medidas para evitar a paralisação das atividades econômicas, além de garantir a chegada de equipamentos da área de saúde. Ainda, sugeriu o alongamento em 12 meses da dívida dos estados.