Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Política

Cunha é notificado pelo 'Diário Oficial' sobre sessão para votar cassação

Votação está programada para 12 de setembro a partir das 19

08 setembro 2016 - 08h26Por Globo

O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi notificado nesta quinta-feira (8) por meio publicação no "Diário Oficial da União" sobre a sessão convocada para o próximo dia 12 destinada a votar seu processo de cassação.

A sessão será realizada a partir das 19h, de acordo com o edital, assinado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A decisão de publicar a notificação no "Diário Oficial da União" foi tomada após a Câmara não conseguir localizar o deputado pessoalmente. Segundo a Secretaria-Geral, foram feitas três tentativas no gabinete e no apartamento funcional ocupado pelo parlamentar em Brasília, mas ele não foi localizado. Assessores tentaram ainda fazer a entrega no Rio de Janeiro, onde ele tem residência declarada, mas não conseguiram. A notificação também foi enviada pelo correio, com aviso de recebimento.

Diante disso, a notificação, que é uma etapa burocrática exigida pelo processo, foi publicada a fim de formalizar a comunicação. No entanto, a pedido de Cunha, uma notificação também será entregue pessoalmente na quinta-feira (8) em Brasília.

O processo disciplinar de Cunha, ex-presidente da Casa, ficou pronto para ser levado ao plenário antes do recesso parlamentar de julho. No entanto, por pressão de partidos da base aliada de Michel Temer, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou a votação somente para depois da conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

A escolha da data sofreu críticas de partidos adversários de Cunha. Por ser uma segunda-feira, dia geralmente esvaziado no CongressoNacional, o receio de deputados desses partidos é que não haja quórum suficiente, o que beneficiaria Cunha.

São necessários 257 votos para que seja aprovado o parecer do Conselho de Ética que pede a perda do mandato de Cunha.

"Esse não é o problema [notificação de Cunha]. O prazo está longo. [...] Então, vamos deixar o plenário decidir. O importante é que esse assunto tenha fim no dia 12 de setembro", minimizou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, questionado por jornalistas sobre a dificuldade em notificar Cunha da votação.

A acusação

Investigado por suposta quebra de decoro parlamentar, Cunha é acusado de manter contas secretas no exterior e de mentir sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras, no ano passado.

Ele nega ser dono de contas bancárias fora do país e argumenta ter apenas o usufruto de bens geridos por trustes (empresas jurídicas que administram fundos e bens).

 

Leia Também

BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Interior
BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
Geral
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Geral
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande
Cidade Morena
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande