Menu
quarta, 28 de fevereiro de 2024 Campo Grande/MS
PREFEITURA CAMPO GRANDE FEVEREIRO 2024
Política

Defesa diz que Bolsonaro imprimiu documento por problema na visão

A PF encontrou um documento que anuncia a decretação de estado de sítio e da garantia da lei e da ordem no escritório de Bolsonaro

10 fevereiro 2024 - 08h03Por Metrópoles, parceiro do TopMídiaNews

A defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) alega que ele imprimiu o documento que anunciava a decretação de estado de sítio e da garantia da lei e da ordem por problemas na visão.

A Polícia Federal (PF) encontrou uma minuta de discurso em que seria anunciado o golpe de Estado no escritório de Bolsonaro na sede do Partido Liberal (PL), em Brasília, nessa quinta-feira (8/2).

“O ex-presidente não tem o costume de fazer a leitura de textos no próprio telefone celular, certamente, em razão das dimensões limitadas da tela e a necessidade hodierna de uso de lentes corretivas, razão porque pediu a sua assessoria a impressão do documento em papel”, diz a nota divulgada pelos advogados de Bolsonaro.

A defesa do ex-presidente destaca que o documento encontrado no escritório de Bolsonaro teria sido enviado pelo advogado Paulo Cunha Bueno em outubro do ano passado.

Ainda de acordo com os advogados, o texto seria o mesmo daquele encontrado por investigadores no celular do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, e que já era de conhecimento da PF.

“Cotejando-se o texto veiculado pelos órgãos de imprensa, a defesa verificou que, de fato, tratava-se exatamente do mesmo texto do arquivo ‘suposta minuta.dox’, tornando, assim, inconteste que o impresso apreendido era de fato aquele encaminhado de forma legal por seu advogado, em 18 de outubro”, detalha a defesa.

Os argumentos apresentados pelos advogados de Bolsonaro foram encaminhados para o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou a operação da última quinta.