tce agosto
Menu
quinta, 13 de agosto de 2020
Política

Deputado de MS vai contra Bolsonaro e acusa governo de 'precarizar empregos'

Maior crítica é contra a carteira verde e amarela

01 dezembro 2019 - 15h15Por Rayani Santa Cruz

A Medida Provisória (MP) 905 do Governo Federal foi alvo de críticas do deputado estadual Pedro Kemp (PT). Para o parlamentar a nova forma “tira com uma mão para dar com a outra” e não resolve o problema de desemprego no Paós.

A MP altera cerca de 86 itens da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho ) e cria a carteira de trabalho verde e amarela com novo modo de contratação para incentivo e abertura do mercado para jovens de 18 a 29 anos. 

“Sou totalmente contra porque no fundo não surte o efeito esperado que é o emprego e acaba precarizando o trabalho dos jovens”, diz Kemp.

Para ele o depósito do fundo de garantia será menor e a cobrança do INSS do desempregado 'prejudicial'. O governo aposta que a medida gere 1,8 milhões de emprego. 

Dentre as mudanças está a alíquota do FGTS passa de 8% para 2%. Em caso de demissão sem justa causa, a multa sobre o Fundo baixa de 40% para 20%. 

 

 

Leia Também

Morador de rua é achado morto em praça de Corumbá
Interior
Morador de rua é achado morto em praça de Corumbá
Dória garante que não vai usar cloroquina: ‘sigo a ciência e não Bolsonaro’
Geral
Dória garante que não vai usar cloroquina: ‘sigo a ciência e não Bolsonaro’
Saúde registra sete casos de covid em apenas um dia em Bonito
Interior
Saúde registra sete casos de covid em apenas um dia em Bonito
Mortes por covid no Brasil se mantêm acima de mil por dia
Geral
Mortes por covid no Brasil se mantêm acima de mil por dia