(67) 99826-0686
Camara - marco

"Ele só está colhendo o que plantou", diz Azambuja sobre Bernal

Administração progressista

19 NOV 2013
Juliene Katayama
08h52min
Foto: Divulgação/Assessoria

Depois de romper de vez com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que a situação política da Capital é fruto da incompetência da administração municipal. "Ele só está colhendo o que plantou", afirmou o tucano.

A parceria foi firmada no ano passado quando o PSDB decidiu apoiar Bernal no segundo turno. "A nossa proposta foi bem aceita, mas não teve voto suficiente", disse Azambuja. O tucano afirmou ainda que, na época, foi assinada uma carta de compromisso do então candidato à prefeitura para adotar o plano de governo. "Ele não só não fez, como não quis a nossa participação", completou.

As escolhas de tucanos para compor a equipe de Bernal não foram consideradas como participativa do PSDB na administração municipal da Capital. "Ele escolheu pessoas que ele preferiu", afirmou.

Hoje, na administração municipal tem a participação da tucana Leila Machado que responde pela Funadação Municipal de Esporte (Funesp). Ela corre o risco de ter o mesmo fim do secretário municipal de Educação, José Chadid, que foi expulso do partido por ter continuado na prefeitura sem o aval da sigla. "Ele escolheu as pessoas como se tivéssemos responsabilidade por parte da administração", pontuou.


Azambuja foi bem crítico na avaliação destes 11 meses da administração progressista. "Uma boa administração precisa da eficiência da equipe", resumiu. O tucano lembrou que quando o partido ocupou as secretarias de Educação e Esporte em administrações passadas, além das nomeações havia uma equipe competente na retaguarda. "Não pode falar que uma pessoa é da sua equipe só porque é do seu partido", finalizou

Veja também