A+ A-

sexta, 12 de abril de 2024

sexta, 12 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Política

31/08/2018 20:01

A+ A-

Em 2º programa na TV, candidatos ao governo de MS mostram trajetória e destacam crise e corrupção

Horário eleitoral começou nesta sexta-feira (31), também no rádio

No segundo programa eleitoral na TV,  na noite desta sexta-feira (31), os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul apresentaram suas trajetórias de vida, obras feitas em seus mandatos e posições de combate à corrupção.

Reinaldo Azambuja (PSDB) destinou o horário para enfatizar que assumiu o governo em 2014 em meio a crise econômica nacional, mas que equilibrou as contas e ainda promoveu reformas como a da previdência e administrativa. Também destacou salário de professores e regionalização da saúde no estado.

O pedetista Odilon de Oliveira destacou sua atuação por 30 anos na Justiça e o combate à corrupção e ao crime organizado. Ele ressaltou que o desvio de dinheiro público acarreta obras inacabadas e hospitais sem equipamentos.

O candidato se coloca como homem de bom senso e honestidade e pede ao eleitor que avalie as candidaturas entre o ''passado e o presente''.

João Alfredo (PSOL) também destacou sua trajetória, dizendo ser filho de merendeira e taxista e que a educação mudou os rumos de sua vida. Por isso, se comprometeu a melhorar a educação e reduzir as desigualdades.

O programa de Marcelo Bluma (PV) mostrou que o candidato não é político profissional e sim um engenheiro que trabalha de segunda a sábado, é casado e uma pessoa de bem. Também que o partido é 'ficha limpa.

Humberto Amaducci (PT) citou as administrações municipais de Mundo Novo, onde foi prefeito. Na fala de seus apoiadores, há destaque para sua família, de origem humilde, obras de saneamento e trabalho pela cidade.

O programa apresentou fala de sindicalista, que relembrou que a educação municipal teve conquistas durante os mandatos de Amaducci.

Júnior Mochi (MDB) também relembrou sua trajetória familiar de origem simples e honesta e que em sua campanha vai mostrar 'o quê' e 'como' fazer as coisas.

 O presidente da Assembleia Legislativa de MS se colocou como o mais preparado e disse que aprendeu que ''sonhar não tem tamanho''  e que quer realizar o sonho das pessoas, com apoio de todos.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias