A+ A-

domingo, 14 de abril de 2024

domingo, 14 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Política

06/09/2018 19:27

A+ A-

Em Campo Grande, Alckmin critica ataque a Bolsonaro e defende emprego e redução de impostos

Presidenciável chegou acompanhado do governador Reinaldo Azambuja

O candidato Geraldo Alckmin (PSDB) desembarcou em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (6), acompanhado do governador Reinaldo Azambuja. Ele criticou o atentado contra Jair Bolsonaro e prometeu gerar empregos e cortar impostos.

No aeroporto, os tucanos foram recepcionados pelos candidatos ao Senado da chapa, Nelsinho Trad (PTB) e Marcelo Miglioli (PSDB).

Em sua primeira fala, o presidenciável reprovou a ideia do ataque a Bolsonaro.

''Jamais prego o ódio e tudo que desejo ao Bolsonaro é que ele se recupere logo e que o suspeito seja severamente punido'', enfatizou.

Antes de chegar à Capital, o tucano visitou a fronteira com o Paraguai e reforçou que foi lá justamente para promover o combate à violência.  

''Tanto é que eu fui na fronteira hoje lançar um programa de segurança, justamente para falar de programas contra o tráfico de drogas e armamento'', acrescentou.  

Sobre seu programa de governo, ele disse que o foco é ''emprego, emprego e emprego''. O ex-governador paulista destacou que o país só vai voltar a crescer quando houver segurança jurídica e emprego.

''Se existe mais emprego, o dinheiro gira e o país arrecada mais'', explicou.  

Alckmin cumprimenta eleitor em aeroporto da Capital. (Foto: Wesley Ortiz)

Alckmin promete reduzir impostos, algo que, segundo ele, afasta grandes empresas do país. ''Tem empresas que buscam até a região de fronteira para fugir da alta carga tributária'', analisa. Neste tema, Alckmin especifica que é preciso reduzir os impostos corporativos.

Questionado sobre as críticas de Michel Temer, em vídeo divulgado no Twitter, na noite dessa quarta-feira (5), Geraldo esclareceu que não criticou ''esse'' ou ''aquele'' ministro do atual governo, e explicou que é certo que o pais precisa de reconquistar a confiança.

Ainda na noite desta quinta, Alckmin vai ao comitê de Reinaldo Azambuja, em Campo Grande, onde apoiadores o aguardam.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias