Menu
Busca segunda, 06 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Política

Lei sancionada por governador proíbe homenagens a condenados por corrupção em MS

O projeto é da Assembleia Legislativa e passou pelo crivo do chefe do Executivo

18 setembro 2016 - 18h03Por Rodson Willyams

O governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, sancionou a Lei 4.919, que proíbe, no âmbito da administração pública do Estado, a concessão de homenagens a pessoas que tenham sido condenadas, por meio de decisão judicial transitada em julgado, por ato de improbidade ou crime de corrupção. O projeto é de de autoria do deputado Lidio Lopes (PEN), e passou pelo crivo do chefe do Executivo. 

O veto também inclui pessoas que tenham sido condenadas por atos de lesa humanidade, tortura, exploração de trabalho escravo, violação dos direitos humanos, maus-tratos aos animais, ou deles tenham sido considerados participantes.

Segundo Lídio, agora, será importante estabelecer critérios no momento de fazer a escolha das pessoas a serem homenageadas com honrarias, títulos ou mesmo com a denominação de escolas, estradas, ruas e viadutos. 

"Ações semelhantes foram implementadas em países como a Alemanha, que proíbe homenagem ou referência aos nazistas. A Itália também com relação aos fascistas. E, na América do Sul, a Argentina tem renomeado todos os prédios e logradouros públicos que fizerem referência a baluartes da ditadura portenha”, finalizou Lídio Lopes.

Leia Também

Brasil atinge 1.603.055 casos de covid-19; mortes vão a 64.867
Saúde
Brasil atinge 1.603.055 casos de covid-19; mortes vão a 64.867
Ex-funcionário suspeito de matar secretário em Dourados é preso em barreira sanitária
Polícia
Ex-funcionário suspeito de matar secretário em Dourados é preso em barreira sanitária
Idoso de 80 anos morre em consequência da Covid-19 em Corumbá
Saúde
Idoso de 80 anos morre em consequência da Covid-19 em Corumbá
Brasil ultrapassa marca de 1 milhão de recuperados da covid-19
Saúde
Brasil ultrapassa marca de 1 milhão de recuperados da covid-19