TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Enfrentando crise, Reinaldo cobra repasses da prefeitura para Santa Casa

23 novembro 2015 - 11h49Por Dany Nascimento

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) criticou a prefeitura municipal de Campo Grande por deixar de pagar mais de R$ 15 milhões para a Santa Casa, que destinaria a verba para o pagamento dos médicos e fornecedores.

De acordo com Reinaldo, a falta de comprometimento no pagamento gera transtornos para todo o Estado, levando em consideração que a Santa Casa é o maior hospital de Mato Grosso do Sul.

"O governo do Estado já tem um repasse mensal com o hospital, agora o município tem um débito com a entidade e precisa equacionar isso, precisa buscar um diálogo e resolver o problema,  buscar soluções porque isso afeta todo o nosso Estado", diz o tucano.

  

Azambuja destacou que o comunicado sobre o débito foi feito na última semana e demonstra 'preocupação' com o transtorno que isso causa ao Estado, já que o estoque de gaze medicinal, soro, seringas, agulhas, material de desinfecção de leitos e de alguns medicamentos imprescindíveis, como antibióticos, está praticamente zerado.

Os fornecedores que entregavam os materiais ao hospital agora exigem pagamento a vista . O presidente da ABCG Wilson Teslenco ressaltou que o atendimento está sendo feito 'nas condições mínimas' e as cirurgias eletivas já estão suspensas há uma semana.