TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Política

Ex-primeira-dama da Capital aposta alto, mas recebe apenas 800 votos

Andrea Olarte disputou o pleito de 2018 para deputada federal

15 outubro 2018 - 07h00Por Rodson Willyams
Ex-primeira-dama da Capital aposta alto, mas recebe apenas 800 votos

Não foi desta vez que a ex-primeira dama de Campo Grande Andrea Olarte (MDB) foi eleita em Mato Grosso do Sul. A esposa do ex-prefeito da Capital, Gilmar Olarte, se candidatou para deputada federal nesta eleição e recebeu apenas 815 votos, correspondendo 0,07% dos votos válidos, segundo informações da Justiça Eleitoral.

Em sua página eleitoral ainda ativa nas redes sociais Andrea diz lutar "por melhores condições na área da saúde, educação, segurança e emprego e renda quero representar todos que me acompanham e apóiam diariamente neste desafio!"

Mesmo em dia com a Justiça Eleitoral que deferiu sua candidatura, não obteve os votos suficiente para ser eleita deputada federal por Mato Grosso do Sul. Em um rápido comparativo, a atual vice-governadora Rose Modesto (PSDB) foi a deputada mais votada no Estado e recebeu 120 mil votos válidos. O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) que ocupou a última vaga teve 40,2 mil votos válidos.

A reportagem tentou falar com Andrea Olarte, mas ela não retornou às ligações e não respondeu as mensagens encaminhadas.


Andrea Olarte na campanha. Foto: Reprodução / Facebook.