(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019

Frente de vereadores lançará site para debater questões ambientais

Meio ambiente

27 JAN 2014
Lucas Arruda
14h47min
Foto: Geovanni Gomes

Em junho do ano passado foi instalada em Mato Grosso do Sul a Frente Nacional de Vereadores Ambientalistas. Encabeçada pelo vereador Eduardo Romero (PT do B), a frente tem como objetivo estimular representantes municipais a discutir sobre o meio ambiente, além da participação da sociedade civil.

Segundo o vereador, para o primeiro semestre do ano algumas ações serão realizadas pela frente, sendo que a principal será a criação de um site, onde vereadores de todo o país poderão debater sobre o assunto, além de trocar as próprias experiências.

Também será organizado encontros entre vereadores de todo o país que participam do movimento. "Será realizado um encontro para discutir a questão dos resíduos sólidos, o código florestal e os recursos hídricos, que são três temas que estão em bastante evidência", afirma o vereador.

Outras áreas entrarão em pauta nas discussões da frente. "Queremos fazer inter-relação com outras áreas importantes para as cidades, como saúde, educação, economia. É importante que os vereadores se mobilizem quanto a isso, porque as discussões que acontecem na Câmara Municipal interferem mais na vida do cidadão do que o Estado e a União", ressalta.

Em Mato Grosso do Sul 49 municípios participam da frente, sendo que 142 vereadores já aderiram ao movimento. "Queremos chegar a todas as cidades do Estado", pontua Romero.

Deputados - Em parceria com a frente de vereadores, os deputados estaduais do país também formaram a Frente Nacional de Deputados Ambientalistas, que é encabeçada pelo deputado Amarildo Cruz (PT).

"As frentes se comunicam e cada uma realiza ações dentro de sua esfera. Nenhuma é subordinada a outra", explica Romero.

Histórico - Em âmbito federal a Frente Parlamentar Ambientalista existe desde 1988, e foi encabeçada pela ONG SOS Mata Atlântica. Mas nesta época as discussões eram voltadas à mata.

"Com o tempo outras temáticas foram inseridas e os parlamentares começaram a se interar mais sobre assuntos relacionados ao meio ambiente", finaliza o vereador.

Veja também