(67) 99826-0686

Governador acompanha atendimento a pacientes da Caravana da Saúde no Hospital São Julião

Acompanhado da primeira-dama e do secretário de Saúde, Reinaldo percorreu vários setores de triagem do hospital

26 OUT 2016
Notícias MS
17h50min
Foto: Edemir Rodrigues

 O governador Reinaldo Azambuja visitou, na manhã desta quarta-feira (26), o Hospital São Julião para acompanhar um procedimento ambulatorial para tratamento de varizes em uma paciente do SUS (Serviço Único de Saúde), um dos serviços contratados pelo Estado junto àquela unidade hospitalar filantrópica da Capital para atender demandas em várias especialidades ainda da Caravana da Saúde. Os hospitais do Pênfigo e Santa Marina também foram credenciados para acelerar o atendimento.

Acompanhado da primeira-dama, Fátima Azambuja, e do secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, o governador percorreu vários setores de triagem do Hospital São Julião. Para um grupo de 40 pacientes que aguardava algum tipo de procedimento, ele fez uma explanação sobre a importância do Estado contar com a estrutura da rede hospitalar privada para cumprir a etapa pós-Caravana da Saúde, que são as cirurgias eletivas agendadas durante a ação realizada por todos os 79 municípios.

 “Em um ano realizamos 52 mil cirurgias com a Caravana da Saúde, mas alguns procedimentos não foram possíveis tratar durante o programa, para isso estamos buscando o suporte destes hospitais para atender a todas aquelas pessoas que aguardamos há anos por um tratamento”, disse o governador. Ele explicou que a megaestrutura montada para percorrer as 11 microrregiões do Estado não foi suficiente para suprir as demandas, pois a projeção inicial de 37 mil pessoas aguardando algum procedimento na fila estava defasada.

A visita

Durante a conversa com os pacientes, em um pequeno auditório, Azambuja e a primeira-dama conheceram a dona Justa Benites Martins, 80 anos, que veio de Maracaju para terminar o seu tratamento de varizes, cuja doença a atormenta por mais de 50 anos. “O sofrimento é muito grande e a gente não conseguia agendar uma consulta, com a Caravana da Saúde foi tudo rápido e hoje estou aqui aguardando a cirurgia. Vai ser um alívio”, contou a senhora, que já recebe tratamento diferenciado desde abril por conta do programa lançado pelo Governo do Estado.

Em seguida, o governador assistiu ao lado da esposa, do secretário estadual de saúde e diretores do hospital, por cerca de 15 minutos, o procedimento com aplicação de espuma realizado pelo médico Edgar Nasser para tratamento ambulatorial de varizes na paciente Maria das Graças, 56 anos, moradora na Capital. Concluiu a visita percorrendo vários setores do Pênfigo, como o centro de reabilitação, onde se encontrou com um grupo de médicos residentes em várias especialidades, dentre as quais assistência social, psicologia, nutrição, farmácia e fisioterapia.

Atendimento

O Hospital São Julião foi contratado pelo Estado para realizar 990 procedimentos/mês, nas especialidades vascular e geral, e o atendimento teve início em junho deste ano, e também na área oftalmológica (2.219 procedimentos/mês), cujas cirurgias estão sendo realizadas desde 10 deste mês. Por meio do credenciamento, o Estado repassa mensalmente ao hospital o valor de R$ 320 mil para o custeio desse atendimento, conforme tabela do SUS.

Também complementando as ações da Caravana da Saúde, a secretaria estadual de Saúde e a equipe médica do São Julião já realizaram 130 avaliações de pacientes que necessitam de cirurgia ortopédica (65 de quadril e 55 de joelho), algumas já efetuadas.  Em relação às cirurgias oftalmológicas, mais de mil cirurgias agendadas durante as etapas da Caravana da Saúde foram realizadas nos últimos cinco meses. O diretor do hospital, Amílton Alvarenga, informou que mais de 800 procedimentos gerais foram realizados em outubro.

Veja também