TJMS
(67) 99826-0686

VÍDEO: Jucá é chamado de ladrão e Nelsinho encerra sessão em Comissão do Senado

Comissão de Relações Exteriores sabatinava indicado para cargo de embaixador da Bósnia

10 SET 2019
Celso Bejarano, de Brasília
18h12min
Foto: Reprodução facebook

O senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad, do PSD, encerrou uma sessão promovida nesta terça-feira (10) na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, logo depois de um bate-bate que envolveu o ex-senador de Roraima, Romero Jucá, que foi taxado de ladrão por outro senador.

Na audiência, senadores da comissão, colegiado presidido por Nelsinho, sabatinava Lineu de Paula, que fora indicado para assumir o cargo de embaixador na Bósnia e Herzegovina.

Jucá, estava logo na primeira fila, e foi insultado pelo senador Telmário Mota (PROS-RR), antigo inimigo político do ex-senador.

Mota não participava da sabatina, contudo, pediu para falar ao senador de MS. Ele disse que integrava a comissão, no entanto, que lamentava estar por ali, pois a vaga que deveria ser ocupada por algum senador, era preenchida por um implicado em corrupção.

Nelsinho tentou pacificar a discussão e disse que Jucá estaria ali na condição de amigo do sabatinado. Nada adiantou, daí esquentou a conversa. Telmário chamou Jucá de ladrão, que retrucou dizendo o senador batia em mulher.

PARTICULARIDADES

O senador Telmário, de fato, foi denunciado por violência doméstico. Em dezembro de 2015, ele foi denunciado na delegacia de Boa Vista, capital de Roraima, pela então estudante universitária Maria Aparecida Nery de Melo, à época com 19 anos de idade.

A estudante disse que vivia na condição de companheiros havia três anos e que o senador teria batido tanto nela até a desmaiasse. À época, Telmário negou o episódio.

Já o ex-senador Romero Jucá, em julho deste ano, foi denunciado pelo Ministério Público Federal, no âmbito da Lava Jato, por corrupção.

 

Veja também