Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Política

Justiça Eleitoral manda coligação de Trad retirar pesquisa do horário político

Magistrado viu indícios de irreguralidades na forma como consulta foi apresentada

23 setembro 2016 - 21h52Por Thiago de Souza

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul suspendeu a veiculação de uma pesquisa eleitoral durante o horário político do candidato a prefeito de Campo Grande,  Marquinhos Trad (PSD), pois há indícios de irregularidades na forma como ela foi apresentada ao público,  já que não houve divulgação clara do período de sua realização e da margem de erro, o que fere o artigo 57 da resolução do TSE 23.457/15.

 Segundo o magistrado Marcelo Andrade Campos Silva, da 8ª Zona Eleitoral de Campo Grande, "ressai indícios da irregularidade apontada, quando da menção do número do candidato representado, somada as imagens do resultado de pesquisa de voto, o que traz falta de clareza e tem potencial de induzir em erro eleitor''. 

Ainda segundo o artigo 57 da resolução do TSE 23.457/15, não é obrigatória a menção aos concorrentes, desde que o modo de apresentação dos resultados não induza o eleitor em erro quanto ao desempenho do candidato em relação aos demais. A retirada das inserções atendeu pedido da coligação Juntos Por Campo Grande, da candidata Rose Modesto (PSDB) e foi publicada na noite desta sexta-feira (23).