(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Procurador de MS aparece em ranking nacional de servidores com supersalários

Procurador da República é responsável por denúncia contra 443 ex-deputados

19 DEZ 2016
Airton Raes e Diana Christie
14h58min
Foto: Reprodução

O procurador da República Elton Ghersel aparece em um ranking de servidores federais com “supersalários” publicado pela revista Veja, na edição deste domingo (17). Responsável por denunciar mais de 400 ex-deputados pela 'farra das passagens', Ghersel é natural de Campo Grande e iniciou a carreira no Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul.

Elton Ghersel se formou em direito em 1990 pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e ingressou no Ministério Público Federal em 1994 como procurador regional dos Direitos do Cidadão em Mato Grosso do Sul.

A pesquisa da revista Veja identificou os 5.203 servidores que ganharam acima do teto em setembro. De acordo com a reportagem, o procurador da República Elton Ghersel também recebeu supersalário, na casa de R$ 76,5 mil.

A matéria, intitulada “A farra dos Marajás”, lista os maiores salários pagos a servidores federais no país, nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além do Ministério Público. A revista pontua que boa parte dos supersalários está no Judiciário, e que tomou como base o vencimento de setembro, analisando o que foi pago aos servidores nos dois meses anteriores.

“Para realizar o levantamento, Veja somou aos salários dos servidores todos os benefícios recebidos e subtraiu gratificações natalinas, adicionais de férias e o abate do teto constitucional”, diz a reportagem.

Farra das passagens

O procurador Elton Ghersel, da Procuradoria da República na 1ª Região (PRR1), foi o responsável por apresentar denúncia contra 443 ex-deputados por uso indevido de dinheiro público na compra de passagens aéreas. Todos são acusados pelo crime de peculato, cuja pena pode variar de dois a 12 anos de prisão.

Entre os ex-parlamentares indiciados estão Antônio Carlos Biffi (PT), presidente estadual do Partido dos Trabalhadores; Antônio Cruz (PSDB), que exerceu mandato a partir de 2006 e eleito este ano vereador em Campo Grande; Murilo Zauith (PSB), atualmente prefeito de Dourados; e Pedro Pedrossian Filho (PMB), que este ano disputou e perdeu a Prefeitura da Capital.

Veja também