(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019

Vídeo: Em balanço da gestão, Reinaldo reforça crise e destaca desafios para 2017

Governador citou investimentos para a segurança pública, enxugamento da máquina e mais

23 DEZ 2016
Airton Raes
15h06min
Foto: Reprodução Facebook

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), divulgou vídeo nas redes sociais fazendo o balanço dos dois primeiros anos de sua gestão. Azambuja enfatizou o momento de recessão que o país vive, lembrou da situação dos outros estados da Federação, destacou os a avanços em transparência púbica e os investimentos na educação, saúde, segurança pública e infraestrutura. “Foi um ano muito difícil. Temos pela frente desafios enormes. Vamos seguir em frente, mesma coragem e responsabilidade. Mesmo com a crise que venha 2017”, disse.

Reinaldo destacou ainda que, durante sua gestão, procurou equilibrar as contas do Governo, diminuindo custos, reduzindo secretárias e combatendo desperdícios. “Tivemos a responsabilidade de fazer o que tinha que ser feito. Muita gente não entendeu. Mas fizemos a nossa parte. Enxugamos o tamanho do Estado. Estamos sobrevivendo melhor que os outros estados”, continuou.

O governador reforçou que o país está passando por uma crise de governabilidade, onde a maioria dos Estados estão passando por dificuldades em manter o pagamento em dia dos servidores e pagar fornecedores. “Pagamos integralmente o 13º salário. O Estado está injetando R$ 1,2 bilhão na economia. Foi governando assim com responsabilidade que fizemos mais que o básico”, destacou.

Reinaldo Azambuja afirmou que o portal da Transparência do governo do Estado atingiu nota máxima pela Controladoria-Geral da União e pelo Ministério Público Estadual. “Onde há transparência não tem espaço para a corrupção”, disse. Ele também lembrou que mesmo em crise, o Estado paga o maior salário do país para os professores.  

Azambuja também destacou os investimentos em Segurança Pública. “Na segurança fizemos um investimentos ousado de mais de R$ 100 milhões. Mais policiais. Mais equipamentos. Mais viaturas. Mais proteção para a nossa população”, disse. Por fim, ele afirmou que o Estado recuperou 1,7 mil quilômetros de Estradas e 96 pontes. Confira:

Veja também