TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Política

Ministério Público abre ofensiva contra campanha ilegal no interior

Três cidades já entraram na mira de investigação de promotores

19 julho 2020 - 12h49Por Vinícius Squinelo

Itaporã, Sidrolândia e Paranaíba. Essas três cidades já entraram na mira do Ministério Público Estadual, que resolveu acompanhar de perto denúncias de campanha ilegal e antecipada nos municípios.

A ofensiva será oficializada em Diário Oficial do MP de amanhã (20), porém já foi disponibilizada de forma online. São diversos documentos, entre medidas administrativas e recomendações.

O principal problema, denunciado ao Ministério Público, são supostas promoções pessoais com dinheiro público. Ou seja, políticos já eleitos usando meios como sites e redes sociais oficiais da administração pública para autopromoção.

Pela Lei eleitoral, há dois graves problemas na situação. Primeiro, por ser campanha antecipada; segundo, por usar meios oficiais para realizar a promoção. Ambos são considerados crimes com multas que ultrapassam os 100 mil reais.

Em Itaporã, a investigação é conduzida pelo promotor de Justiça Radamés Almeida Domingos; a promotora Juliana Nonato assina os documentos referentes à Paranaíba, e em Sidrolândia é a promotora Daniele Zampiero de Oliveira que cuida da situação.