ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Na Capital, Marquinhos firma parceria com UFMS para ampliar serviço público

Segundo o prefeito eleito, nasce um novo tempo entre Campo Grande e a UFMS

13 DEZ 2016
Rodson Willyams
08h00min
Foto: Assessoria

O prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), se reuniu com o reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcos Marcelo Turine, na tarde desta segunda-feira (12), para discutir novas parcerias da gestão. 

Segundo Marquinhos, "nasce um novo tempo entre Campo Grande e UFMS, com harmonia, maturidade e consciência política, com parceria na ciência, tecnologia, inovação, educação, etc. Acima de tudo, ganha a população com as mais diversas parcerias”.

O reitor Marcelo Augusto Turine informou que a universidade está à disposição da prefeitura, com 1,5 mil professores que podem fazer parcerias para melhor atender a cidade. “A universidade está à disposição. São 102 cursos e 1.500 professores. Temos que ser criativos e inovadores. A universidade está crescendo e temos que abrir parcerias”, pontuou o reitor.

Entre as principais colaborações, Marquinhos solicitou  ao reitor, auxílio principalmente na área da saúde, no atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento Comunitário e nos casos de pessoas que estão em casa, sem condições de ir até o posto e precisam, por exemplo, de um fisioterapeuta.

Turine aprovou a iniciativa e fará um levantamento de quais os acordos e convênios estão em andamento hoje com a prefeitura e o que será possível fazer para ampliar este atendimento. O reitor citou como exemplo, dois contêineres de atendimento oftalmológico e de ortopedia que não são usados, por falta de validação da parceria entre a prefeitura e a antiga administração.

Durante o encontro, Marquinhos perguntou sobre a situação do Estádio Morenão, relembrando das diversas vezes que acompanhou jogos de futebol, entrando em muitas ocasiões como mascote dos times na década de 70. O reitor explicou que a reativação do Morenão é um dos sonhos da gestão dele. O Morenão deve reabrir para um público máximo de 16.000 pessoas e a expectativa é de conseguir investimento para reabrir o estádio inteiro.

Os dois ainda conversaram sobre a possibilidade de criar uma espécie de Centro de Educação Infantil na universidade para atender as mães que não têm com quem deixar os filhos em casa e acabam levando para a universidade.

Entre as parcerias também estão a possibilidade de reativação do “Autocine” e a revitalização do Glauce Rocha, também cobrada pelo prefeito. Marquinhos e Turine voltarão a se reunir no início do mandato, já com a efetivação de convênios.

Veja também