(67) 99826-0686

Nas eleições em MS, 69 urnas já apresentaram defeito

Até o momento, não há registro de localidades com votação manual

2 OUT 2016
Amanda Amaral
14h28min

No boletim parcial das eleições em Mato Grosso do Sul deste domingo (2), a Justiça Eleitoral já contabiliza quase 70 urnas com problemas de funcionamento. No total, contando Capital e interior do Estado, foram 69 aparelhos defeituosos, sendo que 28 precisaram ser substituídas.

Em Campo Grande, foram 17 urnas com defeito, dessas, oito foram substituídas, número pequeno em comparação a outros Estados. Conforme a Agência Brasil, a quantidade de urnas substituídas em todo o país já chega a 1.675, o que equivale a 0,3815% dos 432.959 aparelhos que estão sendo usados para o primeiro turno das eleições 2016.

O estado do Rio de Janeiro lidera o número de substituições, com 332 trocas. Em segundo lugar está o estado de São Paulo, com 212 equipamentos trocados, seguido do Rio Grande do Sul (158) e Ceará (137). Até o momento, não há registro de localidades com votação manual.

O terceiro boletim parcial divulgado pelo TSE contém informações registradas até às 11h54 deste domingo. Até o fechamento do balanço, foram registradas 907 ocorrências. Entre elas, 92 envolvendo candidatos, dos quais 60 foram presos em flagrante.

O estado de Minas Gerais lidera o ranking de prisões entre os candidatos, com 26 detidos por divulgação de propaganda eleitoral e realização de boca de urna, além de outras irregularidades não especificadas pelo TSE.

Entre os eleitores o número de ocorrências já chega a 815, das quais 337 resultaram em prisões.

Veja também