Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Foi de raspão, mas valeu! Vitória de Lucas de Lima provoca dança das cadeiras na Câmara

Com eleição do vereador, Eduardo Cury deve voltar para a Câmara Municipal

08 outubro 2018 - 13h10Por Dany Nascimento

Com a eleição de Lucas de Lima (SD) para deputado estadual, o médico Eduardo Cury (SD) pode voltar a legislar na Câmara de Vereadores de Campo Grande. Ele é o primeiro suplente da coligação e afirma ao TopMídiaNews que foi ‘pego de surpresa’ com a eleição do colega de partido.

Cury destaca que será chamado para sinalizar se tem intenção ou não de assumir o mandato e garante que deve voltar a ser vereador a partir de 2019. “Eu serei chamado para sinalizar e vou assumir, confesso que estou muito surpreso, não estava no clima, estou tocando minha profissão como médico, também sou professor de universidade, mas vou aceitar sim voltar a ser vereador”.

Ao relembrar os 3.200 votos que recebeu nas eleições de 2016, o médico considera um número importante de eleitores, já que a campanha contou com mais de 600 candidatos concorrendo ao pleito. “É um número considerável, tinha muitos candidatos e eu consegui essa grande quantidade de votos”.

Questionado sobre não entrar na disputa para concorrer como deputado estadual, Cury afirma que para assumir um mandato no Estado teria que abrir mão da profissão de médico. “Eu não gostaria de abrir mão da minha profissão, não gostaria de parar de dar aula, se concorresse para deputado e ganhasse, teria que abrir mão e eu não tenho essa pretensão”.

Ao falar da próxima disputa para vereador, que acontece nas eleições de 2020, Eduardo afirma que não volta para a Câmara pensando em ser reeleito. “Isso é consequência de um trabalho bem feito, mas não entro já pensando em ficar, ou tentando agradar para ficar. Eu vou colocar em prática todos os projetos que tenho, esse negócio de pensar em se reeleger é um erro muito grande dos políticos, temos que fazer nosso trabalho e pronto”.