GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
aguas 07/12 a 11/12
Política

Reinaldo e Odilon aparecem no tempo de TV para candidatos ao Senado

Concorrentes prometem briga por recurso e fortalecer economia dos municípios

03 setembro 2018 - 13h52Por Celso Bejarano e Rodson Willyams

Candidatos ao Senado por Mato Grosso do Sul disseram que, se eleitos, vão lutar por recursos para o Estado e ainda pretendem fortalecer a economia de municípios situados no interior do Estado.

Odilon de Oliveira e Reinaldo Azambuja, candidatos ao governo pelo PDT e PSDB, respectivamente, entraram nos programas para reforçar os programas de seus parceiros de chapa.

Os concorrentes ao Senado da aliança “Esperança e Mudança”, que une PDT, Pode e PRB, foram apresentados pelo candidato ao governo, Odilon de Oliveira, que logo disparou: “para limpar o nosso estado vote em nossa coligação”, disse o juiz federal aposentado.

Com tempo reduzido, os candidatos Beto Figueiró (Pode) e Gilmar da Cruz (PRB) prometeram mudanças.

Anísio Guató, candidato ao Senado pelo PSOL, prometeu brigar por direitos à terra pelos povos indígenas e quilombolas.

Nelsinho Trad, do PTB, que disputa uma das duas vagas ao Senado pela aliança que tem o governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, como candidato à reeleição, destacou sua trajetória política como vereador, deputado estadual e prefeito de Campo Grande por duas vezes.

Nelsinho disse que sua intenção é fortalecer os municípios de MS.

Marcelo Miglioli, candidato ao Senado pelo PSDB,  contou com a participação do governador Reinaldo Azambuja em seu tempo TV.

“O Estado enfrentou a crise cortando despesas e economizando para depois investir em obras que foram espalhadas pelo o Estado”, disse o candidato.

 "O Marcelo soube se relacionar. Ao todo são 1.100 obras nos 79 municípios que geram empregos", disse Reinaldo sobre o seu candidato, que deixou a Secretaria Estadual de Obras para estrear na política.

Waldemir Moka que quer a reeleição pelo MDB, falou da trajetória política e professor de cursinho, disse que vai continuar na luta por mais recursos para o Estado.

"Obrigado por estar comigo, quero continuar trabalhando pelo nosso Estado, para ser cada vez maior e melhor. Grato pela sua confiança quero conquistar recursos e projetos de melhoria para Mato Grosso do Sul".