tjms julho
Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
ALMS
Política

Omissão do Governo Federal sobre agressões a jornalistas é crime, aponta Fábio Trad

"O governo insiste em não proteger a imprensa e, por omissão, permite que trabalhadores sejam constrangidos", destaca

26 maio 2020 - 10h16Por Diana Christie

Sempre crítico à atual gestão, o deputado Fábio Trad (PSD) usou as redes sociais para lembrar que a omissão do Governo Federal nos ataques contra jornalistas é crime. Ontem (25), os jornais Folha de S. Paulo e O Globo anunciaram que não vão mais cobrir a entrada e saída do presidente Jair Bolsonaro do Palácio da Alvorada por causa da insegurança do local.

“Jornalistas estão sendo gravemente ameaçados por fanáticos na saída do Alvorada. O governo insiste em não proteger a imprensa e, por omissão, permite que trabalhadores sejam constrangidos a não exercerem sua profissão. Isto é crime capitulado no art.197 I do Código Penal”, publicou Trad no Twitter.

Os dois jornais de circulação nacional não querem mais arriscar a integridade física dos funcionários. Em relação à Globo, a suspensão da cobertura engloba jornalistas e cinegrafistas da TV Globo e do G1. O Grupo diz que os profissionais encontrarão maneiras mais seguras de reportar os fatos que ocorrem ali, sem prejuízo ao público.

"A falta de segurança para seus jornalistas na saída do Palácio da Alvorada fez o Grupo Globo decidir que seus profissionais não mais farão plantão naquele lugar. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que são levados a ficar lado a lado com os jornalistas, apenas com uma grade entre os dois grupos, têm insultado de forma cada vez mais agressiva os profissionais de imprensa, de todos os veículos, que estão ali trabalhando", diz a nota da Globo.

A Folha de São Paulo divulgou anúncio semelhante e, assim como a Globo, enviou nota para o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General Heleno.

O caso mais recente de afronta ao trabalho da imprensa ocorreu na manhã desta segunda, onde uma mulher apoiadora do presidente ultrapassou os limites do espaço reservado a eles e fez ameaças contra os profissionais.

"Ó o lixo, ó o lixo, ó o lixo. Escória! Lixos! Ratos! Ratazanas! Bolsonaro até 2050! Imprensa podre’’, esbravejou a manifestante.

Leia Também

Mulher morre em batida de caminhão e carro na BR-163
Interior
Mulher morre em batida de caminhão e carro na BR-163
Homem de 77 anos com suspeita de covid morre em São Gabriel D’Oeste
Cidades
Homem de 77 anos com suspeita de covid morre em São Gabriel D’Oeste
Grupo de pagode Buxixo faz live solidária com grandes sucessos dos anos 90
Cidade Morena
Grupo de pagode Buxixo faz live solidária com grandes sucessos dos anos 90
18 meses após tragédia, Bombeiros encontram mais um corpo em Brumadinho
Geral
18 meses após tragédia, Bombeiros encontram mais um corpo em Brumadinho