TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Prefeito confirma parcelamento de 13º: 'mas não vai ser Casas Bahia'

Responsabilidade fiscal?

29 outubro 2015 - 15h15Por Anna Gomes

O prefeito da Capital Alcides Bernal (PP) confirmou que ainda não tem dinheiro em caixa o suficiente para pagar o 13º dos servidores municipais de Campo Grande. Porém, o Chefe do Executivo promete fazer o pagamento dos funcionários parcelado, provavelmente em em duas vezes, ao prazo de 60 dias. Ele não informou em quais meses ocorrerá o depósito.

"O décimo terceiro vai ser pago dentro das possibilidades do nosso município. Garanto não vai ser parcela igual das Casas Bahia, no máximo vamos parcelar em duas vezes, mas não posso garantir se vai ser em novembro e dezembro", adiantou.

Até o momento o 13º salário dos 24,5 mil servidores públicos municipais permanece uma incógnita. Bernal diz o pagamento do benefício totaliza o valor de R$ 95 milhões, mas quando reassumiu a prefeitura da Capital, apenas R$ 100 mil estavam disponíveis, quando o correto seria ter R$ 68 milhões.

"Em  agosto deste ano, tínhamos cem mil reais apenas, agora já estamos com quinze milhões", disse o prefeito.

Desde abril deste ano, todo fim de mês representa a mesma preocupação para a Prefeitura de Campo Grande: O pagamento da folha dos funcionários do município. Mesmo com todos os esforços para reduzir o índice de comprometimento de receitas com o custeio da máquina pública, o 13º salário representa para os gestores municipais, dobrar os gastos com pessoal.