TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Prefeitura diz que 'cultura não é prioridade' e dá calote de R$ 4 milhões no setor

Membros do Fórum Municipal de Cultura ouviram 'não' do secretário de Finanças

1 NOV 2016
Thiago de Souza
17h50min
Cultura ouve 'não' da prefeitura e fica sem R$ 4 mi prometidos Foto: Béko Santanegra - Divulgação

A Prefeitura Municipal de Campo Grande anunciou, nesta terça-feira (1), que não pagará os R$ 4 milhões previstos para o setor cultural da cidade,  recurso este que estava na previsão orçamentária deste ano. 

Na reunião com o secretário Municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Disney Fernandes, membros do Fórum Municipal de Cultura, ouviram que o setor não é prioridade para o executivo. ''Imagina o que fazer entre pagar os aposentados e pagar a cultura'', comparou o secretário. 
 

Disney justificou que não há como pagar aquilo que foi previsto no orçamento, pois tem compromissos com a saúde, pagamento dos servidores e aposentados. 
O grupo que se reuniu com o secretário ficou indignado com a negativa da Prefeitura, e continuou no Paço Municipal à espera do prefeito Alcides Bernal  (PP) para fazer novo pedido. 

A atriz Fernanda Kunzler, presente na reunião, se mostrou revoltada com a falta de compromisso com o setor e reclamou que o que foi dito pelo secretário não foi muito além do que a prefeitura costuma dizer sobre o setor. 

O dinheiro destinado ao setor cultural no ano de 2014 não foi pago por Bernal, quando reassumiu o cargo em agosto de 2015, alegando que o compromisso havia sido feito pelo então prefeito Gilmar Olarte (PROS).  Agora, o 'balde de água fria' no setor cultural veio com a informação de que em menos de dois anos nãos será possível aplicar esse dinheiro na promoção cultural.

 

 

Veja também