TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Política

Reinaldo vai apoiar Bolsonaro e prepara propostas para fronteira

Partido do presidenciável está dentro da chapa tucana em Mato Grosso do Sul

08 outubro 2018 - 15h14Por Amanda Amaral

No dia seguinte às eleições de primeiro turno, Reinaldo Azambuja (PSDB) segue campanha para tentar continuar no cargo de governador de Mato Grosso do Sul, e fortalece a inclinação para apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), colega de chapa. A declaração foi feira no diretório do PSDB em Campo Grande, nesta segunda-feira (8).

Azambuja ainda afirmou exigir comprometimento do candidato com a questão da fronteira entre MS, Paraguai e Bolívia. “Vou entregar um documento, assim como entreguei para Dilma, para o Temer, sobre o fechamento da fronteira. Ele tem simpatia pela causa, precisamos das forças federais ajudando no que o Estado até então fez com as ‘próprias pernas’”, diz.

O atual governador foi o candidato com mais votos para o cargo no 1º turno, continua na disputa ao lado do Juiz Odilon (PDT). Daqui pra frente, a campanha continua na Capital e no interior do estado, mas ‘mais fortalecida’, garante o tucano.

“Vamos visitar municípios, manter a vigilância em colégios eleitorais. A nossa força da coligação foi demonstrada nas urnas, ganhou o eleitor. Ninguém governa sozinho e a bancada também vai dar essa sustentação”, avalia Azambuja, sobre os candidatos mais votados ao Senado, Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Azambuja teve 44,61% dos votos e Odilon de Oliveira, 31,67% dos votos. A votação para o segundo turno acontece no dia 28 de outubro, das 8h às 17h.