(67) 99826-0686
Dengue FEV

Rose mostra propostas ao setor industrial e diz que é 'hora de reduzir burocracia e gerar emprego'

Evento aconteceu na noite desta segunda na sede da Fiems em Campo Grande

19 SET 2016
Thiago de Souza e Airton Raes
20h49min
Rose falou sobre desburocratização para empresários Foto: André de Abreu

Em encontro com empresários na noite desta segunda-feira (19), a candidata à prefeitura de Campo Grande pelo PSDB, vice-governadora Rose Modesto, reafirmou seu compromisso com a geração de emprego, desburocratização e modernização da maquina pública, educação, saúde e segurança pública. 

No evento, organizado pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), a candidata disse que, no momento atual, o empresariado não sente segurança para instalar sua indústria em Campo Grande e destacou a burocracia como um dos gargalos. "Hoje isso já virou uma 'burrocracia', mas tudo passa pelo diálogo", comentou. Também lembrou os convidados que o setor produtivo é prioridade em sua gestão, tanto que tirou seu vice, Cláudio Mendonça, de dentro do setor industrial. 

A evolução e o desenvolvimento do setor industrial em Campo Grande passa necessariamente pela união de esforços dos diversos setores. "Vamos sentar na mesma mesa e a Fiems sempre teve a preocupação de criar essa política de estado", observou. 

Outro ponto criticado pela tucana foi o plano diretor do município feito pela atual gestão que não está dialogando com as classes interessadas. E que a Câmara Municipal terá uma enorme responsabilidade de analisar o que foi feito antes de aprovar. 

O orçamento do município também foi destaque durante os 30 minutos em que falou aos empresários. Ela mostrou que é preciso modernizar a gestão para compensar a falta de recursos. "Os três bilhões [de reais] do orçamento já estão comprometidos com o custeio da máquina e sobram apenas 7% para investimento, por isso precisamos de rapidez", apontou Rose. 

Sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho, Rose destacou que a mulher hoje já é protagonista da própria história ocupando diversos cargos, mas que ainda esbarra em alguma dificuldades. "Muitas mães ainda não tem onde deixar os filhos para ir trabalhar e isso impossibilita as mulheres na hora de conseguir emprego", precisamos trabalhar para resolver isso com muita sensibilidade, observou. 

A candidata concluiu dizendo que é preciso unir qualidade de vida com sustentabilidade, e que a prefeitura precisa, junto com os setores produtivos, encontrar alternativas em questões como o descarte de resíduos, dando qualidade de vida para aqueles que não a tem. 

 

 

 

 

Veja também