TCE MAIO
(67) 99826-0686

'Salário e 13º vão atrasar’, anuncia Marquinhos Trad minutos após tomar posse

Também disse que seu plano de governo vai demorar até 12 meses para ser posto em prática

1 JAN 2017
Thiago de Souza e Rodson Williams
20h02min
Marquinhos anuncia atraso no salário dos servidores Foto: André de Abreu

Minutos após assinar o termo de posse como prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) declarou à imprensa que o salário de dezembro dos servidores municipais vai atrasar, pelo menos, até o dia 10 de janeiro. Sobre o restante do 13º salário, o prefeito recém empossado não deu nenhuma previsão.  

O anúncio foi feito após ser empossado em cerimônia no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes. A vice-prefeita, todo o secretariado e os 29 vereadores também foram oficializados ao cargo. 

Trad justificou o atraso dizendo que isso 'não era problema dele', se referindo a débitos não liquidados na gestão de Alcides Bernal (PP). Para honrar a folha de pagamento de dezembro, que normalmente é depositado no segundo dia útil do mês, Marquinhos vai esperar o dinheiro do IPTU entrar em caixa, no dia 10 de janeiro.  

''A folha de pagamento é de R$ 120 milhões e consegui pegar um caixa com valor de R$ 15 a 20 milhões'', justificou o prefeito da Capital. O problema do novo gestor também será o 13º salário, devido a mais de 7 mil servidores. Trad diz que vai dar prioridade ao pagamento do salário, e não estipulou nenhuma data para pagar o 13º. 

O prefeito de Campo Grande destacou que pretende tomar medidas emergenciais e que Campo Grande precisa resolver questões de infraestrutura e a coleta de lixo, principalmente os serviços de limpeza de sarjeta, capinagem e roçada que a Solurb está proibida de fazer por conta do rompimento do contrato com a Prefeitura. Ele adiantou também que seu plano de governo deve demorar de 10 a 12 meses para ser colocado em prática. 

 

Veja também