Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
ALMS
Política

Temer diz que Brasil já está reconstruindo o caminho do crescimento

Ao participar de reunião com os líderes dos BRICS, o presidente se disse seguro de que a economia voltará a crescer em breve

04 setembro 2016 - 08h35Por O Globo

Em sua primeira participação como presidente na reunião do BRICS (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o presidente Michel Temer garantiu que "o caminho do crescimento está sendo reconstruído" no Brasil e que as medidas tomadas nos últimos meses, quando ainda era interino, já mostram efeitos sobre a economia.

— Com as medidas tomadas nos últimos meses, já há sinais de retomada da economia brasileira. Estamos seguros de que, em breve, a nossa economia voltará a crescer, em benefício dos brasileiros e da economia global.

Temer também enfatizou o que chamou de uma ambiciosa agenda de reformas estruturais e afirmo que, com a ajuda do Congresso, o governo vai instituir um teto constitucional para o crescimento das despesas governamentais.

— No Brasil, o caminho do crescimento está sendo reconstruído. Estamos promovendo ajuste fiscal amplo e sustentável.

O presidente também afirmou que o país quer estimular investimentos em infraestrutura, sobretudo por meio de concessões de estradas, portos, aeroportos, ferrovias e sistemas de geração e transmissão de energia.

— Uma ambiciosa agenda de reformas estruturais também está em curso para elevar a produtividade da economia e gerar ambiente de negócios mais favorável.

Temer destacou que os países BRICS são forças positivas para estabilidade econômica global e enfatizou o novo banco de desenvolvimento e o arranjo contingente de reservas.

— Ilustram como podemos trabalhar em conjunto de modo criador, inovador e eficiente. Um trabalho coletivo em prol de uma sociedades mais prosperas e mais justas.

Segundo ele, a ênfase no tema do crescimento econômico inovador durante a presidência chinesa do G20 é muito oportuna.

— Vivemos um momento de profundas transformações nos modos de produção. Nosso desafio é compreender o significado desse momento e encontrar novas fontes de dinamismo.Essa não é tarefa que podemos levar de maneira isolada.

MOMENTO DE TRANSFORMAÇÃO

Segundo temer, o mundo vive um momento de profundas transformações nos modos de produção.

— Nosso desafio é compreender o significado desse momento e encontrar novas fontes de dinamismo. Essa não é tarefa que possamos levar adiante de maneira isolada. É tarefa que pressupõe, antes, nossa capacidade de articulação e de cooperação.

Ele defendeu o aprofundamento das reformas do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial para que os organismos internacionais sejam mais legítimos e eficazes.

— Precisamos de instâncias decisórias internacionais mais representativas e, portanto, mais legítimas e eficazes.

Aos desafios econômicos com que nos deparamos somam-se o agravamento de ameaças à segurança e a deterioração de crises humanitárias. O Brasil é solidário com os países que sofreram ataques terroristas, como alguns de nossos parceiros do BRICS. Temos plena ciência de que nenhum de nós está imune a esse mal.

Temer afirmou que a cooperação internacional é vital para prevenir e punir atos de terrorismo, e a prevenção requer plena coordenação entre nossos órgãos de segurança e de inteligência.

— As Nações Unidas são o foro mais adequado para o desenvolvimento de estratégias globais contra a ameaça terrorista. Devemos enfrentar essa ameaça por meios compatíveis com o Direito Internacional, sem jamais descurar de suas causas profundas.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

O presidente Michel Temer defendeu a promoção do desenvolvimento sustentável e afirmou que há que não há receitas simples para a adequada integração das dimensões econômica, social e ambiental do desenvolvimento econômico.

— Mas a tarefa é necessária e urgente. No capítulo da mudança do clima, o Acordo de Paris é exemplo significativo de contribuição que podemos dar para estar à altura de nossas responsabilidades. Responsabilidades perante as gerações presentes e futuras.

Ele disse que o combate à mudança do clima e — mais amplamente, a promoção do desenvolvimento sustentável — sofrem de carência crônica de financiamento adequado. O Novo Banco de Desenvolvimento, segundo ele, é poderosa ferramenta de mobilização dos recursos necessários para vencer esse desafio sistêmico.

— É significativo que os primeiros empréstimos da nova instituição sejam destinados a projetos de energia renovável.

 

Leia Também

Dono de carro alugado em 2019 encontra veículo depenado em barracão de Dourados
Interior
Dono de carro alugado em 2019 encontra veículo depenado em barracão de Dourados
PF vai investigar colunista da Folha que torce para Bolsonaro morrer de covid
Geral
PF vai investigar colunista da Folha que torce para Bolsonaro morrer de covid
ABSURDO! Indígena sofre aborto e hospital entrega feto em garrafa de plástico
Geral
ABSURDO! Indígena sofre aborto e hospital entrega feto em garrafa de plástico
SE PREPARE: temperatura cai 6º C nos próximos dois dias em Campo Grande
Cidade Morena
SE PREPARE: temperatura cai 6º C nos próximos dois dias em Campo Grande