SEBRAE MAIO 2023 2

terça, 28 de maio de 2024

Busca

terça, 28 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Política

há 1 mês

Tiago Botelho afirma que visita de Lula a MS demonstra respeito ao agronegócio pelo Governo Federal

Lula veio a evento na empresa de carne JBS, para participar da conclusão do primeiro lote destinado ao embarque de carne para a China

O Superintendente do Patrimônio da União em Mato Grosso do Sul, Tiago Botelho, esteve presente durante visita do presidente Lula ao Estado após dez anos, nesta sexta-feira (12). Durante encontro, Botelho destacou que a presença do presidente Lula evidencia um profundo respeito pelo agronegócio por parte do Governo Federal.

Lula desembarcou em Campo Grande para um evento na empresa de carne JBS. O objetivo foi participar da conclusão do primeiro lote destinado ao embarque de carne para a China, a partir das novas plantas habilitadas da empresa. O evento reuniu uma série de figuras importantes, incluindo os ministros Carlos Fávaro (Agricultura) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento), o governador do Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa de MS, Gerson Claro (PP), e o embaixador da China no Brasil, Zhu Qingqiao.

Para o representante do governo federal em Mato Grosso do Sul, a vinda do presidente Lula ao Estado é o máximo sinal de respeito ao agronegócio. Segundo ele, a presença do ex-presidente na JBS, uma das maiores empresas do agronegócio em MS, demonstra um profundo respeito pelo setor.

“Saímos de uma eleição polarizada que o extremismo tentou jogar um setor contra o outro. A vinda de Lula na JBS, maior empresa do agronegócio em MS, mostra que ele tem responsabilidade econômica e política e respeito ao agronegócio. Um líder não pode jogar um setor contra o outro. O bom agronegócio é importantíssimo para a economia do país e precisa do apoio do governo federal”, avalia.

Botelho ressaltou também que, enquanto Lula reconheceu a força do agronegócio em MS, ele também enfatizou a necessidade de investimento em políticas públicas sociais e respeito às comunidades tradicionais. “Só o Lula é capaz de ir a um evento de valorização do agronegócio e dizer que cabe ao Estado, também, garantir terra aos povos indígenas de MS e ser aplaudido de pé pelo governado Eduardo Riedel, do PSDB”. 

O evento, para Botelho, foi muito positivo, e ele espera que futuras visitas do presidente incluam encontros mais amplos com diversos setores da sociedade, promovendo ainda mais o desenvolvimento do estado. Ele destacou que, mesmo o ex-presidente, que se proclamava defensor do agronegócio, não conseguiu realizar o que Lula fez durante sua visita ao Estado, provando que o PT não é contrário ao agronegócio, como muitos alegavam.

“Cobrei da Casa Civil uma vinda do presidente ao MS que fique mais tempo no estado, inclusive, que venha a Dourados e que possa se reunir com a sociedade, os pequenos empresários, a agricultura familiar, os povos indígenas e quilombolas, bem como, as Universidades. Há uma promessa para julho um novo retorno em Mato Grosso do Sul. Todavia, o saldo dessa vinda é muito positivo. O governo federal colocou o Mato Grosso do Sul em uma nova rota comercial que vai alavancar mais empregos e desenvolvimentos para nosso estado. Nem mesmo o ex-presidente que se dizia defensor do agro deu conta de fazer o que Lula fez. Lula sai de MS provando que é aliado do bom e responsável agronegócio. Para quem dizia que o povo do PT era contra o agronegócio, estamos provando o contrário”, finaliza.

 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO