(67) 99826-0686

Um em cada três mesários é voluntário nas eleições deste ano

Compete aos mesários organizar a seção eleitoral, identificar os eleitores, autorizá-los a votar, operar a urna eletrônica e processar justificativas

1 OUT 2016
Globo
13h38min
Foto: Reprodução

As eleições de 2016 contarão com quase 1,8 milhão de mesários distribuídos por todo o Brasil, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desse total, 593,8 mil são voluntários, o que corresponde a 33,5% do total.

Em comparação com as eleições de 2012, houve um aumento no número de colaboradores voluntários. Há quatro anos, dos quase 1,7 milhão de mesários, 427 mil era voluntários – ou 25,2% do total.

Nas eleições presidenciais de 2014, a proporção de mesários também já tinha aumentadoem relação ao pleito anterior. Segundo o tribunal, a campanha de mesários vinculada pelo próprio TSE contribuiu para o crescimento do número de voluntários.

Compete aos mesários organizar a seção eleitoral, identificar os eleitores, autorizá-los a votar, operar a urna eletrônica e processar justificativas.

Qualquer eleitor pode ser escolhido para ser mesário, exceto os candidatos e seus parentes, membros de diretórios de partidos políticos, menores de 18 anos, entre outros. Segundo o TSE, a Justiça Eleitoral convoca, preferencialmente, eleitores da própria seção e, dentre eles, têm preferência os que tenham nível de escolaridade superior, os professores e os funcionários da Justiça.

Todo eleitor maior de 18 anos pode se voluntariar a trabalhar no dia das eleições, o que pode ser feito nos tribunais regionais eleitorais. As convocações para as eleições deste ano já estão encerradas.

O mesário não ganha remuneração, mas o serviço dá direito a auxílio-alimentação e dois dias de folga para cada dia trabalhado. Também é considerado critério de desempate em concursos públicos, desde que previsto em edital.

 

 

Veja também