Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Vereador entrega reuniões com Olarte antes da cassação de Bernal

27 setembro 2015 - 10h15Por Rodson Willyams

O vereador Edson Shimabukuro, do PTB, um dos investigados na Operação Coffee Break, 'abriu o jogo', durante depoimento concedido aos promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado). O parlamentar revelou que o prefeito afastado Gilmar Olarte (PP por liminar) fez uma reunião com vereadores próximo da data que aconteceria a votação para cassar o prefeito Alcides Bernal (PP), em março de 2014. Na ocasião foram tratados assuntos de interesse 'do pessoal da base'.

A declaração do parlamentar consta no documento de Termo de Declaração, e foi feita durante o depoimentos do mandado de condução coercitiva  realizado no dia 25 de agosto de 2015, em que os nove vereadores foram detidos para prestar esclarecimentos ao promotor. O Top Mídia News teve acesso com exclusividade as informações.

Shimabukuro revelou aos promotores que os vereadores Paulo Siufi, do PMDB; Jamal Salem, do PR; Airton Saraiva, do DEM; o presidente afastado da Câmara Municipal, Mario Cesar, do PMDB; o ex-vereador Alceu Bueno, todos investigados na Coffee Break, e mais Eduardo Romero, do PT do B, (atualmente presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que apura irregularidades nas contas de Gilmar Olarte), estariam presentes na reunião. 'Que na iminência da votação da cassação o declarante compareceu a uma reunião com Olarte e outros vereadores'.


O parlamentar ainda revelou que 'essa(s) reunião aconteceu na casa da pessoa que o declarante não se recorda, nessa ocasião foram tratados assuntos de interesse "do pessoal da base"'.  Shimabukuro ainda comentou que o grupo chegou a falar sobre o que seria feito caso concretizasse a cassação. 'Nessa reunião "chegaram a comentar como que ficaria a base caso houvesse a cassação"', e sobre o novo secretariado.

Edson desmente a versão dada pelo vereador Paulo Siufi, do PMDB, que afirmou ao Gaeco, que jamais teve encontro com Gilmar Olarte antes da cassação.  

Indicações

O edil explicou aos promotores que durante a primeira gestão de Alcides Bernal, ele fazia parte da base do prefeito, e que inclusive, indicou o ex-diretor-presidente da Agetran, Jean Saliba, para comandar a autarquia. E que após a queda de Bernal, o PTB, permaneceu na administração municipal, na gestão de Olarte.

Ainda afirma que durante a gestão do prefeito afastado, servidores comissionados que já haviam sido indicados na gestão de Bernal foram homologados por Olarte. A relação segundo ele era:  Sidney Oshiro como Diretor de Transporte; Paulo Kinhoshita como Diretor de Transporte; Wilson para divisão de Sinalização. Na época da condução coercitiva, Paulo ocupava o cargo de Chefe de Divisão do Departamento.

Shimabukuro ainda revelou ao Gaeco que após a saída de Saliba que ingressou como secretário da Seintrha, do município de Camapuã, a ex-diretora-presidente Beth Félix, indicou outra pessoa, o engenheiro Janine [de Lima Bruno] para ser Diretor de Transporte. O parlamentar ainda disse que todos os indicados não seriam filiados ao partido.