Menu
segunda, 23 de novembro de 2020
Política

Vereadores devem permanecer na Câmara até adquirirem sede própria

Aluguel

19 novembro 2013 - 10h59Por Ana Rita Chagas e Juliene Katayama

O impasse sobre a desocupação da sede da Câmara Municipal ainda causa desconforto entre os vereadores da Capital. O  líder do prefeito, na Casa de Leis, Marcos Alex (PT) disse, nesta terça-feira (19), que os vereadores devem permanecer na Câmara até que seja construída a sede própria, mesmo após expirar o prazo concedido pela justiça, que vai até o fim de março de 2014, para desocuparem o prédio. "Depois desse prazo paga-se o aluguel no valor real que o prédio vale até construir a sede própria", ressaltou.

Segundo o vereador, com intenção de conseguir uma alternativa, a base aliada do prefeito reuniu-se com o Secretário Municipal de Governo e Relações Institucionais, Pedro Chaves para buscar solução. "O problema do aluguel do prédio da Câmara existe há pelo menos 10 anos, sem ter solução definida até hoje", constata.

O último presidente do Legislativo Municipal, antes da gestão de Alcides Bernal, Paulo Siufi (PMDB) disse que há falta de interesse por parte do Executivo. "O atual prefeito não está interessado e com a Comissão Processante, provou mais ainda que o relacionamento com o legislativo não está bem. Essa atitude do Bernal  não está prejudicando só os vereadores, mas administração municipal , porque é o Executivo que tem de dar condições mínimas para Legislativo", afirmou. 

Leia Também

Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Geral
Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Polícia
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Política
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS
CORONAVÍRUS
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS