TJMS ABRIL 2024
A+ A-

segunda, 15 de abril de 2024

segunda, 15 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Campo Grande

há 2 semanas

A+ A-

Na base da morfina, pai de família acidentado precisa de ajuda no tratamento

Jonatan era o provedor da casa e ficou gravemente ferido; ele passou por várias cirurgias na Santa Casa de Campo Grande

A família de Jonatan Fred Lopes, de 42 anos, busca ajuda para conseguir arcar com o tratamento do motociclista, que foi atropelado em Corumbá. Jonatan era o provedor da casa e ficou gravemente ferido e está em tratamento na Santa Casa de Campo Grande.

Ele sofreu um acidente no dia 28 de fevereiro, onde teve múltiplas fraturas pelo corpo. Morador de Corumbá, ele voltava para casa quando foi atropelado.

Jonatan trafegava pela Rua Major Gama em uma moto quando, na esquina com a Rua Monte Castelo, foi atropelado por um carro que desrespeitou a preferencial. Acidente aconteceu a menos de duas quadras de onde mora.

O carro que o atropelou era da empresa Sanesul, do Governo do Estado. O motorista o atingiu e o arrastou por cerca de 15 metros.

Com a batida, ele ficou gravemente ferido, sendo encaminhado para o hospital da cidade. Ele teve fraturas na bacia, fêmur, nas duas pernas, pé, tíbia e fíbula.

Devido à gravidade, ele foi posteriormente encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, onde passou por diversas cirurgias. Nesta quinta-feira (21), ele realizou o último procedimento cirúrgico e não poderá colocar o é no chão durante 180 dias.

Casado e com dois filhos, o acidente mudou completamente a vida de Jonatan e da esposa Michelly. Devido à vinda do marido para Campo Grande, ela explica que precisou deixar os filhos em Corumbá aos cuidados de parentes.

Na Capital, ela aguarda junto ao marido que precisou realizar cirurgias e diversos exames, além de necessitar de medicamentos e outros itens para recuperação como remédios, fraldas e produtos de higiene.

Longe de onde mora, sem muito apoio, emprego e com gastos com alimentação, estadia, Michelly ainda precisou arcar com a compra de uma bota ortopédica para Jonatan no valor de R$ 1.400 e diversos custos extras.

Além da situação delicada, ela afirma que, em nenhum momento, ela ou o marido receberam apoio da Sanesul, causadora do acidente. Indignados pela falta de assistência, a família acionou a Justiça.

"Ele está a base de morfina. Ele sente muita dor. Nossa vida parou. Quando ele sair, ficará três meses em cima de uma cama, então vamos ter muitos gastos com cama e colchão especial, medicamentos, e outros custos", explica.

Sem condições de conseguir arcarem com os gastos do tratamento, amigos realizaram uma vaquinha virtual no objetivo de ajudar Michelly e Jonatan. Com o valor de 10 mil reais, cerca de 5 mil já foram obtidos.

A família busca agora conseguir o restante do valor que ajudará na recuperação de Jonatan. "Se você sentir no seu coração, de nos ajudar com qualquer valor será de muita ajuda. Deus siga abençoando a vida de cada um que puder ajudar", diz Michelly. 

A vaquinha pode ser acessada pelo link https://www.vakinha.com.br/4529230. Caso queira mais informações, pode entrar em contato com Michelly pelo número (67) 99955-0138.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias