(67) 99826-0686

Corpo de sargento do Exército chega a Anastácio na madrugada para velório

Arnaldo Oruê e esposa, pais de Rerison, saíram do Rio Grande do Sul às 15h50 em um avião do Exército

13 FEV 2019
Da redação / O Pantaneiro
12h10min
Foto: Reprodução / O Pantaneiro

O corpo do sargento do Exército Rerison Oliveira Oruê chegou à Anastácio na madrugada desta quarta-feira (13), conforme previsão da família. Ele morreu nesta segunda-feira (11), após complicações de uma cirurgia nas amígdalas, em Alegrete - RS.

Arnaldo Oruê e esposa, pais de Rerison, saíram do Rio Grande do Sul às 15h50 de ontem em um avião do Exército. 

Conforme a família, Rerison será enterrado ao lado do túmulo da avó, que sempre sonhou com um filho militar e teve um neto que seguiu carreira.

Os militares farão a recepção e montarão a guarda de honra, um procedimento idêntico ao preparado para militares que servem no Estado. 

Causas - Rerison era de Anastácio, mas havia sido transferido para o Estado sulista. Ele tinha operado as amidalas, porém sofreu complicações no pós-cirúrgico.

Segundo familiares, os pontos se romperam e provocaram hemorragia. Em seguida, Rerison sofreu outras complicações e precisou passar por nova cirurgia, mas não resistiu.

“Rerinho” como era conhecido pela família e amigos era muito querido e sua morte comoveu Anastácio e região, onde sua família reside.Facebook

Veja também