TJMS ABRIL 2024
A+ A-

segunda, 15 de abril de 2024

segunda, 15 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Campo Grande

há 1 semana

A+ A-

Em 10 dias de campanha, 17,5 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em Campo Grande

A expectativa é vacinar ao menos 90% do público prioritário, estimado em cerca de 300 mil pessoas

Nos primeiros 10 dias de campanha, aproximadamente 17,5 mil pessoas pertencentes aos públicos prioritários foram vacinadas contra a gripe em Campo Grande, conforme a primeira parcial divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Durante a semana, as doses estão disponíveis nas mais de 70 unidades básicas e de saúde da família espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município.

O município deu início a vacinação no dia 21 de março, antecipando o calendário nacional. A expectativa é vacinar ao menos 90% do público prioritário, estimado em cerca de 300 mil pessoas em Campo Grande. Inicialmente, a campanha deve ocorrer até o dia 31 de maio, conforme o cronograma do Ministério da Saúde. O dia “D” de mobilização está previsto para acontecer em 13 de abril.

A secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo, reforça a importância das pessoas buscarem as unidades para se vacinar. “É fundamental que as pessoas que pertencem aos públicos prioritários busquem as unidades para se vacinar. A vacina é a melhor estratégia de prevenção contra a influenza e possui capacidade de promover imunidade durante o período de maior circulação dos vírus, reduzindo o agravamento da doença, as internações e o número de óbitos”, destacou.

A secretária lembra que o município estabeleceu algumas estratégias com o objetivo de facilitar o acesso e ampliar a cobertura vacinal, como a realização de ações itinerantes em locais de grande circulação, como shoppings e em pontos estratégicos.

“Mesmo disponibilizando mais de 70 locais para que as pessoas se vacinem durante a semana, é necessário pensarmos nas pessoas que têm essa dificuldade em razão da sua rotina. Com isso a gente consegue atender esse público e melhorar o índice vacinal da nossa população”, enfatiza.

“A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, de elevada transmissibilidade, distribuição global e com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais, podendo também causar pandemias”, complementa a superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Veruska Lahdo.

Neste ano, a vacina disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é eficaz contra três tipos de cepas de vírus em combinação: a. A/Victoria/4897/2022 (H1N1)pdm09; b. A/Thailand/8/2022 (H3N2); c. B/Austria/1359417/2021 (linhagem B/Victoria), conforme a Instrução Normativa (IN) no 261, de 25 de outubro de 2023, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Grupos prioritários

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

Pessoas de 60 e mais;
Gestantes;
Puérperas;
Indígenas vivendo fora de terra indígena;
Indígenas vivendo em terra indígena;
Trabalhadores de saúde;
Pessoas com deficiência permanente (a partir de 12 anos);
Adolescentes em medidas socioeducativas (menores de 18 anos);
População privada de liberdade (18 anos e mais);
Funcionário do sistema de privação de liberdade;
Comorbidades;
Professores;
Pessoas em situação de rua;
Forças de segurança e salvamento;
Caminhoneiros;
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso;
Trabalhadores portuários.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias