Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
aguas 07/12 a 11/12
Saúde

Idoso que esperava cirurgia por três anos na fila do SUS volta a enxergar na Caravana da Saúde

Programa que promove acesso aos serviços de saúde de forma rápida realizou mais de 850 mil procedimentos

17 agosto 2018 - 10h05Por Assessoria

Valter de Souza esperava por três anos na fila do Sistema Único de Saúde (SUS) por uma cirurgia que o faria voltar a enxergar claramente. Com 64 anos, por muito tempo ele via apenas vultos. De Nova Andradina, ele soube das ações da Caravana da Saúde e foi em busca da solução para o problema. Sua vida mudou. “Estou muito feliz com essa oportunidade. Se não fosse pela Caravana, ainda  estaria aguardando na fila do SUS. É muito bom voltar a enxergar”, comemora.

A cirurgia de Valter foi uma das mais de 60 mil realizadas desde 2015, por meio do maior programa de regionalização da saúde já realizado em Mato Grosso do Sul. Nas primeiras ações, foram realizados também mais de 850 mil procedimentos e 34 mil exames, nas mais variadas especialidades médicas. O investimento nas ações chega aos R$ 75 milhões.

Além de percorrer as cidades do Estado, a Caravana da Saúde também leva atendimentos a escolas públicas e a toda a comunidade indígena. A garantia do acesso aos serviços de saúde de forma rápida e a manutenção dos atendimentos, proporcionando melhor qualidade e rapidez, é a principal meta do programa que passa pelas 11 microrregiões de saúde do estado (Coxim, Aquidauana, Campo Grande, Coxim, Jardim, Corumbá, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Paranaíba e Três Lagoas).

“A Caravana da Saúde veio para reestruturar a saúde nos principais polos do Estado e, mais do que isso, colocar a saúde mais próxima da população. O pronto atendimento, com cirurgias e exames especializados, é fundamental para que as pessoas tenham mais dignidade”, pontua Reinaldo Azambuja.